Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 05 de junho de 2020

Notícias / Pecuária

Pecuaristas acreditam que levará até 30 dias para serviços do Indea normalizarem

Da Redação - Viviane Petroli

01 Jul 2016 - 10:18

Foto: Assessoria Acrimat

Pecuaristas acreditam que levará até 30 dias para serviços do Indea normalizarem
As emissões de Guias de Trânsito Animal (GTA) nas 141 Unidades Locais de Execução (ULE) e nas 13 Unidades Regionais de Supervisão (URS) do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) começam na próxima segunda-feira, 04 de julho. Pecuaristas em Mato Grosso acreditam que leve entre 15 e 30 dias para as emissões dos documentos entrem em normalidade. Os servidores do Indea encerram na quinta-feira, 30 de junho, a greve da categoria que durou cerca de 24 dias.

A paralisação dos trabalhadores do Indea provocou em Mato Grosso prejuízos de aproximadamente R$ 800 milhões ao setor agropecuário, principalmente ao pecuário (bovinos, suínos e aves) devido à dificuldade para a emissão de GTA para o transporte dos animais e abate.

Leia mais:
Pecuaristas enfrentam dificuldades para comunicar vacinação e ficam impedidos de emitir GTAe com greve no Indea

Na opinião do produtor de Porto Estrela (198 km de Cuiabá) Rui de Faria, as atividades nas unidades do Indea devem entrar em sua normalidade em um prazo de 15 a 30 dias, em decorrência ao acumulo de documentos a serem emitidos. “Muito gado ficou sem abater. Isso irá mexer inclusive com as escalas de abates nos frigoríficos”, salientou ao Agro Olhar.

Conforme o Indea, nas ULEs a média diária de emissão de GTAs é de quatro mil documentos. Na quinta-feira, 30 de junho, até por volta das 15h haviam sido emitidas 2.582 guias, sendo 347 expedidas pelos produtores através do sistema Módulo do Produtor.

Outro reflexo da greve dos servidores do Indea na pecuária, foi o atraso da comunicação da vacinação da etapa de maio da febre aftosa, o que levou ao Indea estender até 11 de julho o prazo para a comunicação. O prazo havia encerrado em 10 de junho.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet