Olhar Agro & Negócios

Domingo, 07 de junho de 2020

Notícias / Pecuária

Emissões de GTA podem ser prejudicadas com 'nova' greve no Indea

Da Redação - Viviane Petroli

21 Jul 2016 - 14:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Emissões de GTA podem ser prejudicadas com 'nova' greve no Indea
O transporte de animais, principalmente para abates, em Mato Grosso pode voltar a ser prejudicado caso os servidores do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) entrem novamente em greve. A categoria encontra-se em "estado de greve" a partir desta quinta-feira, 21 de julho. A possibilidade de uma nova paralisação decorre, principalmente, ao corte de ponto dos servidores em decorrência a última greve.

Os servidores do Indea pararam em junho por cerca de 25 dias as atividades. A categoria aderiu à paralisação dos servidores público de Mato Grosso que cobraram na ocasião o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) de 11,28%. Na ocasião mais de R$ 700 milhões podem ter deixado de circular no Estado apenas com a redução em 60% dos abates de bovinos.

Leia mais:
Produtores recebem capacitação sobre emissão de GTA em Mato Grosso

O Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (Sintap) anunciou no final da tarde de quarta-feira, 20 de julho, que os servidores do Indea e Intermat encontram-se em "estado de greve". O principal motivo para uma nova possível greve "foi a ordem de corte de pontos dos servidores do Indea".

Outro ponto debatido pela categoria, neste momento, é quanto ao retorno da Identificação da Madeira por parte do Indea, além do pagamento das diárias no primeiro dia do cumprimento da Ordem de Serviço entre outros.

Cadastro e capacitação


Desde o dia 11 de julho o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Mato Grosso (Senar-MT), em parceria com o Indea, realiza a capacitação de produtores rurais e trabalhadores envolvidos na cadeia produtiva da pecuária de corte com a capacitação, por meio de palestras e oficinas, quanto à emissão eletrônica da Guia de Trânsito Animal (GTA). Como o Agro Olhar comentou recentemente, paralelo ao curso uma equipe do Indea realiza o cadastramento dos produtores no sistema de emissão online do GTA.

Já foram realizados cursos em Porto Estrela, São José dos Quatro Marcos, Mirassol D'Oeste, Cáceres, Comodoro e Pontes e Lacerda. Nesta quinta-feira, 21, e sexta-feira, 22, ocorrem cursos em Rio Branco e Araputanga.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Eu
    23 Jul 2016 às 08:25

    Defesa Sanitária não resume apenas em emissão de GTA . Uma GTA só é emitido se uma propriedade está com todos as exigências legais atendidas . Sem a certificação que a propriedade encontra-se livre de doenças e com as vacinas em dia, GTA não sai, e está certificação só é garantida pelo fiscal e agente fiscal . Papel qualquer um faz.. Se houver a paralisação, abre-se os postos fiscais, aí eu quero ver todas as certificações serem perdidas !!

  • CARLOS ALBERTO
    21 Jul 2016 às 20:48

    Governador o senhor que é passageiro no cargo, vai acabar prejudicando um trabalho realizado pelos anos de trabalho dos servidores do indea, comprometidos com a defesa sanitaria de mato grosso tanto na area vegetal como animal. acorda governador e vai conversar com os servidores... manter um presidente no indea sem o aval dos servidores e burrice.

Sitevip Internet