Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 02 de março de 2021

Notícias / Agricultura Familiar

Governo entrega maquinários a 82 municípios e promete mais 400: “grande impulso na capacidade de produção”

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

21 Jan 2021 - 18:07

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Governo entrega maquinários a 82 municípios e promete mais 400: “grande impulso na capacidade de produção”
O governo do Estado realizou, na tarde desta quinta-feira (21), a entrega de equipamentos, máquinas e implementos para a agricultura familiar para 82 municípios de Mato Grosso. No evento simbólico, o governador Mauro Mendes (DEM) prometeu destinar mais 400 equipamentos “para que isso represente um grande impulso na capacidade de produção da agricultura familiar em todo o estado de Mato Grosso”.

Leia também:
Mauro diz que Emanuel ‘está por fora’ e Governo tem prerrogativa de definir destino de investimentos

Segundo Mauro, há no estado mais de cem mil famílias voltadas à agricultura familiar, e grande parte delas precisa da ajuda do poder público “para que elas melhorem sua capacidade de produzir, de sobreviver e de contribuir com os municípios, porque eles produzem alimentos importantes para o dia a dia dessas cidades que serão contempladas”, afirmou.

A entrega de equipamentos faz parte do pacote de investimentos “Mais MT”. “Já estava programado isso, o Mais MT, e nós teremos ao longo do ano outros investimentos nessa área. Nós estamos ampliando o fornecimento de matrizes de alta capacidade de produção de leite, através de embrião, através de matrizes em estágio mais avançado para que isso melhore nosso rebanho de leite, investimento no café, no cacau. São várias áreas que nós iremos atuar para melhorar a capacidade produtiva, a produtividade da agricultura familiar no estado de Mato Grosso”, afirmou.



A solenidade de entrega aconteceu no ginásio do Aecim Tocantins, em Cuiabá, e contou com a presença do secretário de Agricultura Familiar, Silvano Amaral, prefeitos, presidentes de associações e cooperativas ligadas ao segmento da agricultura familiar. Por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), foram entregues patrulhas mecanizadas, resfriadores de leite, caixas de mel e doses de sêmen bovino.

Mauro ainda fez questão de afirmar que não haveria problemas quanto aos investimentos nessa área. “Nós temos demonstrado isso, que quando a gente apresenta alguma coisa, nós temos muita clareza do que fazer e o que não fazer. Esses investimentos planejados já estão, parte deles, no orçamento, nós estamos fechando o balanço, agora, no exercício de 2020 nós teremos um superávit que vai ser convertido em mais investimentos, e isso são importantes ações que com segurança vão acontecer”, garantiu.

Entregas

Os investimentos somam R$ 9,9 milhões e beneficiarão todas as regiões do Estado, de cidades populosas como Cáceres, Sinop e Alta Floresta a Mmnicípios menores como Serra Nova Dourada, Glória do D’Oeste e Novo Santo Antônio.

No ato foram entregues 42 patrulhas mecanizadas, 200 resfriadores de leite, 100 caixas de mel e 7,6 mil doses de sêmen bovino. Esses investimentos integram a ação da Seaf ‘MT Produtivo’, inserido dentro do programa ‘Mais MT’ lançado em outubro e que prevê recursos na ordem de R$ 9,5 bilhões em investimentos públicos durante a gestão (2019-2022). Além das entregas, durante o evento foi assinado o certificado que habilita a prefeitura de Juscimeira a integrar o programa ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar e de Pequeno Porte (Susaf-MT), iniciativa do governo estadual que tem como objetivo permitir e viabilizar que pequenos agricultores possam vender seus produtos (queijo, salame, mel e outros) para outras cidades de Mato Grosso. 

Cada uma das 42 patrulhas mecanizadas é composta por um trator agrícola 4×4 com potência de 110 CV, uma carreta basculante com capacidade para seis toneladas e uma grade aradora com 18 discos de 28 polegadas. Esse volume de máquinas foi adquirido com recursos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com emenda parlamentar do suplente de senador e ex-deputado federal, Fábio Garcia, no valor de R$ 4,9 milhões, e contrapartida do Governo do Estado de R$ 2,7 milhões. Juntos esses recursos totalizam R$ 7,6 milhões em investimentos. No total serão 42 cidades beneficiadas com esses maquinários. São elas: Alto Araguaia, Alto Paraguai, Alto Taquari, Barão de Melgaço, Brasnorte, Campinápolis, Canarana, Carlinda, Chapada dos Guimarães, Colíder, Colniza, Cotriguaçu, Figueirópolis D’Oeste, Guarantã do Norte, Guiratinga, Juara, Juína, Juruena, Juscimeira, Marcelândia, Matupá, Nortelândia, Nova Bandeirantes, Nova Brasilândia, Nova Guarita, Nova Santa Helena, Nova Olímpia, Novo Santo Antônio, Novo Horizonte do Norte, Nossa Senhora do Livramento, Nova Lacerda, Paranaíta, Poconé, Pontal do Araguaia, Riberão Cascalheira, Santo Afonso, Peixoto de Azevedo, Tabaporã, Terra Nova do Norte, União do Sul, Vale de São Domingos e Vera.

Já os 200 resfriadores de leite com capacidade de armazenamento de até mil litros de leite serão destinados a 67 cidades: sendo elas: Água Boa, Alta Floresta, Alto da Boa Vista, Alto Paraguai, Araputanga, Aripuanã, Barra do Bugres, Bom Jesus do Araguaia, Brasnorte, Cáceres, Campinápolis, Campo Verde, Canabrava do Norte, Canarana, Castanheira, Cláudia, Cocalinho, Colíder, Colniza, Confresa, Conquista D’Oeste, Cotriguaçu, Curvelândia, Dom Aquino, Feliz Natal, Figueirópolis D’Oeste, General Carneiro, Glória D’Oeste, Guarantã do Norte, Guiratinga, Itiquira, Juara, Juína, Juruena, Matupá, Nortelândia, Nossa Senhora do Livramento, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, Novo Horizonte do Norte, Nova Monte Verde, Nova Mutum, Nova Nazaré, Nova Santa Helena, Nova Xavantina, Novo Santo Antônio, Novo São Joaquim, Paranaíta, Paranatinga, Peixoto de Azevedo, Poconé, Porto Alegre do Norte, Porto dos Gaúchos, Porto Estrela, Rondolândia, Salto do Céu, Santa Cruz do Xingú, Santa Terezinha, São Félix do Araguaia, São José do Xingú, Serra Nova Dourada, Sinop, Sorriso, Tapurah, União do Sul, Vera e Vila Bela da Santíssima Trindade.

Para a compra desse volume de resfriadores de leite foram investidos R$ 2,1 milhões, sendo R$ 1,6 milhão do Estado e R$ 499 mil de emenda parlamentar do deputado estadual Dilmar Dal Bosco.

Além desses de resfriadores de leite, que serão de uso de cooperativas e associações ligadas à atividade leiteira, a Seaf promove também outra ação voltada ao fomento à produção de leite: a doação de embriões e sêmen bovino de alto padrão genético e produtividade. E durante a solenidade de quinta, o governador e o secretário promoverão a entrega oficial de 7,6 mil doses de sêmen, parte sexado (semên direcionado para nascimento de bezerro fêmea) e parte convencional (pode nascer tanto macho ou fêmea) de cinco raças diferentes: Holandesa, Jersey, Girolando ¾, Girolando 5/8 e Gir leiteiro.  Todas elas com base genética forte voltada para a produção de leite. “Essas doses serão distribuídas para 12 cidades, sendo elas Alto Taquari, Araputanga, Bom Jesus do Araguaia, Cáceres, Campinápolis, Cláudia, Colniza, Juscimeira, Nova Bandeirantes, Tapurah, Terra Nova do Norte e União do Sul”, acrescenta Silvano Amaral. Para a aquisição de doses de semên bovino foram investidos R$ 364 mil, recursos esses do Governo do Estado.

As 100 caixas de abelhas, montadas com madeira apreendida em fiscalizações realizadas pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), foram construídas pelas mãos de reeducandos da Fundação Nova Chance. Todas elas custaram aos cofres estaduais R$ 12,5 mil, em gastos voltados para a montagem, e serão destinadas para indígenas e agricultores familiares de Confresa. “Lá realizaremos um projeto piloto na inserção da comunidade indígena no trabalho de fortalecimento que começaremos a realizar em prol da apicultura mato-grossense”, finaliza o titular da Seaf.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet