Olhar Agro & Negócios

Domingo, 23 de janeiro de 2022

Notícias | Geral

preço alarmante

Gasolina chega a R$ 8,16 em MT, valor 21% mais caro do que a média nacional; confira números

Foto: Reprodução

Preço médio da gasolina é de R$ 8,16, mas postos chegam a comercializar por R$ 8,17.

Preço médio da gasolina é de R$ 8,16, mas postos chegam a comercializar por R$ 8,17.

Com o Preço de Paridade de Importação (PPI) — política de preços pautada no mercado internacional — vigente desde 2016, a Petrobras tem sido alvo de críticas de vários setores da sociedade mato-grossense que fazem o uso diário do combustível. Um levantamento feito pelo Olhar Agro mostrou que no interior do estado, o litro da gasolina pode ser encontrado por até R$ 8,16. 

Leia também:
Ao custo de R$ 627, Cuiabá tem 3ª cesta básica mais cara do Brasil

A reportagem realizou a consulta em dois postos de gasolina da cidade de São Félix do Araguaia (1.030 km de Cuiabá) e constatou que o valor médio do litro da gasolina comum é encontrado por R$ 8,16. O número é mais de 21% mais caro do que é encontrado na Capital e no Brasil, onde o litro é comercializado, respectivamente, por R$ 6,72 e R$ 6,74.

Em relação ao preço médio do litro do etanol, o valor na cidade interiorana é de R$ 6,56, também 21% mais caro do que o preço em que é encontrado em Cuiabá, R$ 5,42, e 21,7% do que é comercializado no país, R$ 5,39. O óleo diesel, por sua vez, também é mais caro. O litro deste último é comercializado em média por R$ 6,54, 15% mais caro do que é comercializado na Capital (R$ 5,68) e 22% do preço médio brasileiro (R$ 5,36). 

Os dados utilizados na comparação foram feitos com base na consulta realizada pela reportagem em postos de gasolina de São Félix do Araguaia e do sistema da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que monitora o preço do combustível no país.

Confira abaixo a comparação do preço médio do combustível em São Félix do Araguaia, Cuiabá e Brasil:
Made with Flourish

Estradas ruins refletem em preços mais altos

De acordo com Janailza Taveira Leite (Solidariedade), prefeita de São Félix do Araguaia, o preço elevado pode estar relacionado a qualidade ruim das estradas que interligam o município. Segundo ela, muitos trechos ainda não são asfaltados. 

"Os proprietários dos postos de combustível, eles alegam a questão das estradas, alegam a questão do frete, que o frete é mais alto devido as estradas, que infelizmente ainda nós temos 180 quilômetros, para chegar até na sede do município, que não são pavimentados, que é a BR-242 e a BR-158", disse. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet