Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Notícias | Geral

estimativa da fenabrave

Mulheres ocupam um terço dos cargos de liderança do setor automotivo no País

Foto: Ilustrativa

Mulheres ocupam um terço dos cargos de liderança do setor automotivo no País
As mulheres estão ocupando espaços e, atualmente, ocupam ⅓ dos cargos de liderança no setor automotivo e são responsáveis por metade das compras de novos veículos no Brasil. O dado é estimado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) e confirma pesquisa publicada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo aponta um percentual de 37,4% de ocupação feminina nos cargos de liderança no País. 

Leia também:
Prefeito de VG decide tornar uso de máscaras facultativo; obrigatoriedade segue nas escolas

De acordo com a assessoria da Fenabrave, especialistas afirmam que a dedicação das mulheres é um dos fatores para a crescente presença delas no setor automotivo. 

"Elas são multifuncionais, trabalham melhor em equipe, são colaborativas e intuitivas. O mundo do automóvel está evoluindo e temos o desafio do cenário ser cada vez mais digital. As mulheres se adaptam bem às mudanças", diz Edson Maia, diretor do Grupo Saga e da Fenabrave Regional Mato Grosso.

Para a gerente comercial da Estação Renault - Grupo Saga, Hellen Orranna, os desafios profissionais das mulheres fazem parte do cotidiano. 

"Todos os dias são de superação, muito aprendizado e evolução. O segmento automotivo ainda é bastante masculino e, muitas vezes, precisei fazer duas vezes mais que meus colegas. Ser inspiração para outras mulheres me deixa motivada para continuar mostrando que somos, sim, capazes de conquistar nosso espaço", pontua.

Ainda conforme a assessoria da Fenabrave, uma pesquisa da Harvard Business Review destacou que as mulheres em cargos de liderança mostraram mais eficiência na pandemia provocada pelo novo Coronavírus. Conforme o estudo, as mulheres foram avaliadas de forma mais positiva que os homens em 13 das 19 competências gerais de liderança e possuem mais habilidades interpessoais, como por exemplo, colaboração, atuação em equipe e motivação.

Nádia Macanham, gestora de Desenvolvimento Humano no Grupo Rota Oeste – Concessionárias Scania e John Deere Construction, conta que o mercado de trabalho está cada vez mais dinâmico, exigindo profissionais com agilidade e pensamento divergente, capazes de lidar com as mudanças e ambiguidades. 

Para ela, nesse novo contexto, a diversidade ganha espaço e a contribuição feminina em diversas posições, que anteriormente eram ocupadas por homens, ganham destaque, principalmente na liderança. 

"Percebo que as empresas estão mais abertas e dispostas a promoverem práticas de equidade nas oportunidades e buscam dar visibilidade aos seus talentos femininos", destaca Nádia.

Ocupação feminina no setor automotivo

Pelo menos, ⅓ dos cargos de liderança nas concessionárias já pertencem às mulheres, segundo a Fenabrave. Além disso, é estimado que as mulheres influenciam diretamente na compra de 80% de todos os veículos vendidos e são responsáveis por 50% das compras de novos veículos.Em algumas concessionárias, o percentual chega a 60%.

Segundo a diretora de vendas Mirela Haddad Malouf, o mercado era 100% masculino  e hoje as mulheres também têm o poder de compra. "As mulheres ganharam total independência financeira e poder de compra. São empoderadas e ativas no mercado de trabalho. Junto, conquistaram a independência na escolha do carro. E sozinhas compram carros, sem receios", opina.

Ela cita os atributos que busca ao adquirir um veículo. "Tenho duas filhas e penso na segurança em primeiro lugar. Se tem airgbag, bom espaço interno, espaço no porta-malas, desempenho do motor do carro, quilômetros por litro, se tem boa performance na estrada, se é confortável,  como é o acabamento interno, se tem design moderno e arrojado. Também considero os acessórios". 
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet