Olhar Agro & Negócios

Sábado, 25 de junho de 2022

Notícias | Agronegócio

Agenda em Brasília

Aprosoja-MT discute desafios de produção e alto custo de insumos com ministros da Agricultura e do Meio Ambiente

Foto: Reprodução / Aprosoja-MT

Aprosoja-MT discute desafios de produção e alto custo de insumos com ministros da Agricultura e do Meio Ambiente
O presidente da Aprosoja-MT, Fernando Cadore, cumpriu agendas com os ministros da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes, e Meio Ambiente (MMA), Joaquim Leite, nesta segunda e terça-feira (23 e 24), em Brasília. 

Leia também:
Cooperativa difunde mineração sustentável e apoia recuperação de áreas exploradas em cidade de MT
 
"Apresentei aos ministros questões internas e externas que impactam no custo de produção e que vem refletindo em um reajuste generalizado em toda a cadeia produtiva. É importante entender que a conta não é apenas do produtor rural e que quem acaba pagando é a população, na prateleira do supermercado", destacou Cadore.
 
De acordo com a assessoria da Aprosoja-MT, entre os temas na pauta com o Mapa estiveram o plano safra 2022/2023, o alto custo dos insumos agrícolas e, principalmente, os desafios da produção de grãos em Mato Grosso, que carece de estrutura da "porteira para fora" para se manter competitivo, o que inclui logística adequada para escoamento da produção. Além disso, ele citou o impacto na quebra da safra de milho, com uma perda estimada em 4 milhões de toneladas por conta da estiagem prolongada.

Ainda conforme a associação, na reunião-almoço com a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Cadore apresentou ao ministro Joaquim Leite o trabalho pioneiro realizado pela instituição sobre sequestro de carbono na agricultura, já solicitando mecanismos de comercialização do produto em benefício dos produtores mato-grossenses.
 
"Também sugerimos ao presidente da FPA, o deputado federal Sérgio Souza, que a Frente representa as multinacionais de fertilizantes na Organização Mundial do Comércio (OMC) por formação de cartel pelas altas sem precedentes deste insumo, caso contrário, poderá ocorrer um desabastecimento mundial de alimentos", disse o presidente da Aprosoja-MT.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet