Olhar Agro & Negócios

Domingo, 27 de setembro de 2020

Notícias / Energia

Política Industrial para Bioeletricidade será tema de evento na FEARP-USP

UNICA - União da Indústria de Cana-de-açúcar

09 Mai 2013 - 10:30

O desafio de estabelecer políticas públicas que reforcem e consolidem a presença da bioletricidade produzida a partir do bagaço da cana-de-açúcar na matriz energética brasileira será tema do 3º Seminário CEISE Br / UNICA. O desafio de estabelecer políticas públicas que reforcem e consolidem a presença da bioletricidade produzida a partir do bagaço da cana-de-açúcar na matriz energética brasileira será tema do “3º Seminário CEISE Br / UNICA: Política industrial para a bioeletricidade e o modelo do sistema elétrico”, que acontece no dia 5 de junho no Auditório da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP/USP).

De acordo com o atual Plano Decenal de Expansão de Energia 2021, o potencial técnico de produção de energia elétrica a partir da biomassa da cana para o sistema nacional, considerando-se apenas o bagaço, supera os 10 mil MW médios até 2021. A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) estima que, agregando também a palha da cana, o potencial da bioeletricidade sucroenergética atingiria 15,3 MW médios até a safra 2020/2021, energia equivalente à produção de três usinas do porte de Belo Monte.

O gerente de bioletricidade da UNICA, Zilmar de Souza, explica que a energia elétrica gerada por meio do bagaço e da palha já responde por 3% do consumo nacional de energia elétrica. Com investimentos e leilões específicos, Souza argumenta que o percentual poderia atingir 18% em 2020/2021.

“Assim como os demais produtos do setor, a energia limpa extraída dos canaviais precisa de políticas de longo prazo, por isso a importância de um debate que tenha o assunto como pauta,” afirmou.

O evento, organizado pelo Centro das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (CEISE Br) e pela UNICA em parceria com a FEARP/USP e com o Núcleo de Estudos em Economias de Baixo Carbono (EBC), contará com a participação de renomados especialistas, entre eles o próprio Zilmar de Souza representando a UNICA; o secretário da Indústria e Comércio de Sertãozinho (SP), Carlos Roberto Liboni; o subsecretário de Energias Renováveis da Secretaria de Energia do Estado de São Paulo, Milton Flávio Marques Lautenschlager; e o representante do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Luciano Cunha de Sousa.

As inscrições para o Seminário são gratuitas, mas as vagas são limitadas. Os interessados em participar devem confirmar presença até 29 de maio com Denise Rodrigues, através do email denise@unica.com.br.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet