Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 03 de junho de 2020

Notícias / Energia

Empresa compra controle do Grupo Rede; valor do acordo ultrapassa os R$ 3 bilhões

R$ 1,95 bilhão para o pagamento aos credores, 1,1 bilhão para investimento nas empresas, descontos no pagamento aos credores de até 75 %, ante descontos de até cerca de 85 % no pagamento aos credores na proposta comparável de CPFL e Equatorial.

Da Redação - Rodrigo Maciel Meloni

12 Jul 2013 - 09:38

Foto: Reprodução / Ilustração

Área de atuação do Grupo Rede de Energia

Área de atuação do Grupo Rede de Energia

R$ 1,95 bilhão para o pagamento aos credores, 1,1 bilhão para investimento nas empresas, descontos no pagamento aos credores de até 75 %, ante descontos de até cerca de 85 % no pagamento aos credores na proposta comparável de CPFL e Equatorial.

Petrobras adquire fábrica de fertilizantes por R$ 234 milhões

Mitsubishi passa a controlar 80% da Ceagro por US$ 498 milhões

Estas são as principais propostas apresentadas pela Energisa à direção e acionistas do Grupo Rede Energia, após acordo firmado entre as partes para que a primeira compre o controle do grupo, informou a companhia nesta quinta-feira (11).

Contudo, a proposta da Energisa depende de outros fatores para ser levada a cabo.

Aprovações por parte dos órgãos públicos competentes e de determinados credores e investidores e a aprovação do Plano de Recuperação das Distribuidoras de Energia Elétrica, apresentado à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), para levantamento da intervenção e da homologação do plano de recuperação na assembleia de credores são apenas duas das diversas obrigações que deverão ser postos em prática pela Energisa.

Em comunicado, o Grupo Rede disse que o compromisso assinado é equivalente em seus termos ao compromisso anteriormente celebrado com a Equatorial Energia e com a CPFL Energia. O prazo da recuperação judicial do Grupo Rede termina em 15 de julho. De intervenção da Aneel em suas oito distribuidoras de energia acaba em 30 de agosto.

A decisão final sobre a proposta ainda depende de aprovação do juiz.

Veja abaixo, na íntegra, o Comunicado ao Mercado.

ENERGISA S.A.
Companhia Aberta
CNPJ/MF nº 00.864.214/0001-06
Praça Rui Barbosa, nº 80 (parte)
Cataguases, MG – CEP 36.770-901

COMUNICADO AO MERCADO

A Energisa S.A. (“Companhia”), em prosseguimento ao seu comunicado ao mercado de 4 de
julho de 2013, e em cumprimento ao disposto no artigo 157, §4º, da Lei nº 6.404, de 15 de
dezembro de 1976, na Instrução CVM nº 358, de 3 de janeiro de 2002, comunica aos seus
acionistas e ao mercado em geral que foi aceita pelo Acionista Controlador do Grupo Rede e
pelas Recuperandas a proposta formulada pela Energisa mencionada no comunicado de 4 de
julho de 2013, tendo esta sido submetida à votação pelos credores na forma de um plano
de recuperação judicial (“Plano de Recuperação Judicial”) em assembleia geral de credores
encerrada no dia 5 de julho de 2013.

A aprovação do plano de recuperação judicial da Companhia colocado em votação ainda
depende de decisão do juízo competente.

A Energisa manterá seus acionistas e o mercado em geral informados acerca de quaisquer
desdobramentos relevantes relacionados à aprovação do Plano de Recuperação Judicial.
Cataguases, 08 de julho de 2013.

Maurício Perez Botelho
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores

Sobre a Energisa

Fundada em 1905, a Energisa Minas Gerais - Distribuidora de Energia S/A (nova denominação da Companhia Força e Luz Cataguazes-Leopoldina - CFLCL) é a empresa que originou o Grupo Energisa e que, até fevereiro de 2007, era uma holding operacional. Com a conclusão do processo de desverticalização, a Energisa passou a ser a nova controladora de todas as empresas do Grupo.

O Grupo Energisa tem na distribuição de energia elétrica a principal base de seu negócio. Com cinco distribuidoras no Brasil, das quais três na região Nordeste, uma na Zona da Mata de Minas Gerais e uma em Nova Friburgo, no Estado do Rio de Janeiro, abrange 91.180 Km² de área coberta. Ao todo, são aproximadamente 2,4 milhões de consumidores e uma população atendida de 6,7 milhões de habitantes em 352 municípios. Atualmente, mais de 5,0 mil colaboradores diretos e indiretos fazem parte das suas empresas.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Sidney Sandrinni Miranda de Queiroz
    14 Jul 2013 às 12:12

    Acesse os links para conhecer esta empresa! http://www.youtube.com/watch?v=0yqYVYDE7R8 http://tambau247.com.br/m/noticia/14812/energisa-lidera-ranking-de-reclamacoes http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2013/03/banco-lidera-ranking-de-audiencias-sem-acordo-na-paraiba-diz-procon.html http://marconeferreira.web123.f1.k8.com.br/noticia/reclamacoes-contra-unimed-e-energisa-aumentam-50-diz-proconpb/ http://www.paraibamaster.com.br/nadja-palitot-o-procon-jp-esta-monitorando-os-planos-de-saude/ http://www.tambau247.com.br/noticia/14827/vereadora-diz-que-energisa-e-criminosa http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2013/07/homem-morre-eletrocutado-ao-pisar-em-fio-de-alta-tensao-na-paraiba.html www.trt20.jus.br – Ação Civil Pública nº 000186-97.2012.5.20.0003 MPPB - Inquérito Civil Público nº 1359/2013 Ministério Público do Trabalho 13ª Região – Procedimento Preparatório n° 000521.2013.13.000/0 Assédio Moral entre outros Danos

Sitevip Internet