Olhar Direto

Opinião

O fenômeno el niñio esta chegando o colorão!

Autor: Romildo Gonçalves

09 Mar 2019 - 08:00

O Fenômeno El Niñio está de volta em 2019 promete muito sol, seca e calor de 50ºC ou mais, essa é a constatação mais óbvia para 2019, registrada pelos centros de monitoramento ambiental mundo afora. Aliás essa questão já é uma realidade nua e crua em várias regiões do país Brasil e do mundo. 

Nesse e por esse viés, seria e será de bom grado que as autoridades fique alertas e faça prevenção em tempo hábil e não ficar na base da improvisação quando os incêndios florestais começarem a pipocar, no caso de mato grosso o fogo florestal já corre solto nos três ecossistemas que compõem o território mato - grossense. Outro hecatombe a vista em 2019?

Prevenir e controlar o avanço da difusão das intempéries em ambientes antropisados, com olhar mais aguçado sobre a forte pressão antrópica inerentesaos recursos naturais e sua movimentação aleatória em curso é um fato a ser considerado com muita responsabilidade.

Maior controle sobre o desmatamento que avança sem freios nos ecossistemas e no meio ambiente antropologicamente falando, modificando os meios bióticos e abióticos é outro fator a ser considerado.

São medidas importantes que precisa ser tomadas preventivamente pelos gestores públicos e pela própria sociedade civil organizada para evitar sufocos presentes e futuros no período da estiagem que vai de maio a novembro no Brasil central ocorrendo de maneira rotineira nas últimas décadas.

Se o ano de 2018 foi um dos anos mais quente no planeta terra conforme registros feitos pelos sistemas de monitoramento desde 1880 constatado, em relatórios da Agência Oceânica e Atmosférica =NOAA, apontando que a temperatura média de 2018 superou as marcas de 2005 e 2010 como o ano mais quente.

Globalmente, a temperatura média da superfície dos mares foi a maior já registrada na história, 0,57°C acima da média do século XX, enquanto a temperatura na superfície da terra ultrapassou a média um “1°C” Celsius.
 
Surpresos com todo esse calorão ocorrido em 2018 sem a presença do fenômeno El Niñio? Imagine agora em 2019 que ele está chegando? Cientistas e pesquisadores começam a perguntar! E agora? Com a presença do fenômeno confirmada e ademais mostrando à que veio. Para estudiosos da questão em tela, há grandes chances de em 2019 a temperatura na Terra elevar-se ainda mais. Que Deus não permita!
 
Para a Organização das Nações Unidas=ONU, o aquecimento global se manterá em continuação de aumento, uma vez que a concentração de gases de efeito estufa na atmosfera e o aumento da entalpia =calor contido, nos oceanos nos levarão a um futuro cada vez mais quente.
 
Segundo a Organização das Nações Unidas, 93% do calor preso na atmosfera pelos gases de efeito estufa são procedentes da exploração de combustíveis fósseis e de atividades humanasque são e estão armazenados nos oceanos, alterando de maneira significativa a regulação do sistema climático mundial.
 
Como se vê, as condições de intempéries em flutuação no país e no mundo pontuam estiagem prolongada com a presença do fenômeno El Niñio, no Brasil e no mundo, expondo de maneira clara a eminência de fumaça e fogo no meio ambientes naturais ou antropisados.
A pergunta agora é? Como os gestores públicos vão explicar tudo isso para o povo se não planejar ações eficazes e eficientes em tempo hábil para prevenção dessas ameaças?


Romildo Gonçalves é Biólogo, Prof. Pesq. Em Ciências Naturais da Ufmt/Seduc.
Sitevip Internet