Olhar Direto

Opinião

O grande complô

Autor: Marcelo Portocarrero

15 Abr 2019 - 08:00

Basta ler as reportagens, quase todas seguindo o mesmo esquema editorial, para perceber que parte da chamada grande imprensa vem desenvolve uma campanha literalmente orquestrada contra o governo Bolsonaro. No caso, sempre destacando os aspectos negativos e pouco reportando seus pontos positivos.

Para quem não percebeu a trama basta comparar o sistemático patrulhamento seletivo das ações desenvolvidas nos três primeiros meses de seu trabalho com os de qualquer outro Presidente desde a primeira eleição acontecida apôs o regime militar.

Descaradamente o DataFolha, instituto de pesquisas com o maior percentual de erros nas previsões de resultados na última eleição, continua tentando desacreditá-lo fazendo comparações entre sua popularidade e a de governos anteriores ou quando utilizam de pesquisas formuladas para distorcer resultados. Foi a forma indiscreta de corroborar com a “campanha do contra”desenvolvida por seus parceiros, todos comprometidos por alguma forma contratual com governos passados, tornando fácil perceber o complô nas contraposição dos editoriais e nas análises jornalísticas tendenciosas por eles divulgadas.

Seus articulistas têm se esmerado em declarar a situação atual como caótica omitindo propositalmente em artigos e reportagens que o caos já estava instalado no país muito antes das últimas eleições.

Boa parte dessa longa crise por que passamos é devida às ligações dessa parte da imprensa com os governos anteriores, tanto que sorrateiramente ocultaram a situação desastrosa que se avizinhava em indisfarçável conluio de modo a fazer jus a seus lucrativos contratos.

Não deu certo na eleição presidencial e não dará certo agora. Sim, porque se naquela ocasião nada puderam fazer contra um homem solitário, ferido de morte, sem dinheiro, sem tempo nem espaço na mídia tradicional e contra todas as forças políticas do país o que acham que vai acontecer agora com seu desafeto governando o país?

É patente que algumas pessoas com capacidade cognitiva menos desenvolvida estão caindo nos contos desses vigários como também é certo que essas posturas contraproducentes no momento em que o país mais precisa de apoio e confiança faz com que muito mais gente esteja se revoltando contra a forma mesquinha com que atacam a governabilidade.

Basta acompanhar a enorme quantidade de críticas que sites como OANTAGONISTA e outros oportunistas de ocasião vêm recebendo através dos comentários nas suas postagens, muitas delas por replicarem notícias tendenciosas e elocubrações negativistas daqueles mesmos jornais e revistas engajados. Provavelmente porque foram cooptados para fazer parte desse grande complô.

Não dá para ignorar a fala do Deputado Rodrigo Maia no exercício da presidência da Câmara e de outros políticos, reconhecendo publicamente que se tudo o que foi proposto pelo Presidente Bolsonaro e sua equipe de governo for aprovado ninguém será capaz de derrotá-lo no futuro. Uma inequívoca demonstração da pequenez da classe política frente a um momento tão importante para os brasileiros.

Certo mesmo é que se nosso Presidente continuar firme em suas posições essa imprensa que está comprometida com o passado não terá fôlego suficiente para impedir que seu governo recupere o Brasil dos estragos que sofremos nos últimos anos e nos faça crescer novamente.


Marcelo Portocarrero é Engenheiro Civil.
Sitevip Internet