Olhar Direto

Domingo, 13 de outubro de 2019

Opinião

O que fazer quando não se tem verba de marketing?

Autor: Dino Gueno

24 Jul 2019 - 10:10

Oi, tudo bem?

Tenho certeza que você sabe que é importante investir, que você entende como o marketing constrói vendas. Sei também que você está convencido que ao fortalecer sua marca, gera mais confiança e melhora a reputação da sua empresa.

Mas se você não tem orçamento para o marketing (como eu já não tive em diversos momentos), o que deve fazer?

Só há uma solução: corrigir seu erro de planejamento financeiro!

Não se iluda: o valor em marketing é tão vital quanto os demais investimentos da empresa. Não ter verba de marketing corresponde a não ter recursos para pagar a energia, a folha salarial, os impostos, ou os fornecedores de produtos ou insumos.

É um claro erro de planejamento, que precisa der corrigido imediatamente.

E de onde vem esse recurso para investir?

Não, essa verba não sai do seu bolso, tampouco do seu lucro como muitos pensam – e, por esse motivo, resistem em investir.

O investimento de marketing vem da composição de preço dos produtos ou serviços vendidos.Deve estar lá, juntamente com todas as demais despesas da empresa que são incorporadas ao preço, pagas pelo cliente.

Então... quando investir?

A resposta é: depende!

Depende do momento da empresa, se ela está sendo lançada, se está na curva de crescimento, ou encontra-se na maturidade, ou mesmo em declínio. Quem sabe sofrendo o impacto da entrada de um concorrente forte?

Por esse motivo essa verba não precisa ser travada como valor único para todos os meses, acompanhando, portanto, a meta de vendas.

Quando mais alta a meta, maior a verba de marketing, e vice-versa.

Pode ser flexível? Deve!

Se você vai empreender uma ação mais robusta para alavancar um período mais neutro do ano, criando um evento de vendas forte, por exemplo, pode trazer verbas de outros meses e recuperar o equilíbrio posteriormente.

O importante é fechar o total de investimento em marketing anual e cumprir o papel de ajudar a atrair e reter clientes e promover as vendas desejadas.

E como calcular?

Para calcular a verba a ser investida em marketing usam-se percentuais sobre o volume previsto em vendas do ano e de cada mês, que oscilam entre 1,5% a 8% da meta.

Nossa experiência mostra que há empresas que performan bem investindo menos de 1%. E há aquelas que, em um dado momento, precisam extrapolar as médias e investir mais de 10%.

Por esse motivo é importante observar os parâmetros históricos (nos anos anteriores, quando em média se investiu em cada mês) e a nova realidade de desafios e fazer escolhas com estratégia e indicadores para acompanhar o retorno e fazer correções.

Há muito recurso perdido nas empresas com ineficiências logísticas, pagamento de juros, rescisões que são fruto de contratações erradas ou produtos encalhados frutos de uma compra errada.

São essas ineficiências que, em muitos casos, minam o investimento em marketing. É por isso que nesses momentos eu sempre lembro de um conselho que aprendi com o Attilio Domenico Rondinelli, grande consultor de varejo: "economize onde pode, para gastar onde deve!".

Se marketing constrói vendas, é então onde você "deve gastar", com estratégia e consciência.

Uma ótima semana!

Ah, se você gostou desse assunto, talvez se interesse pelos outros artigos que eu escrevi e que estão no meu blog. Dá uma olhadinha lá!





Enviado por Dino Gueno Consultoria

 
Sitevip Internet