Olhar Direto

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Opinião

Querida amiga

Autor: Michelle Leite de Barros

07 Ago 2019 - 08:00

Você pode ainda não ter percebido, mas você é ótima. Quantas vezes você foi forte quando tudo parecia desmoronar. Quantas vezes chorou em silêncio para não preocupar quem você ama. Quantas vezes deixou de fazer o que gosta para poder agradar o próximo.

As mulheres nascem para amar e para enfrentar os mais difíceis obstáculos e contigo não seria diferente. Mas tenha bastante calma, pois estamos juntas tentando mudar o conceito que o mundo tem sobre nós. Pode demorar, contudo não vamos desistir.

A sua luta é tão grande e tão bonita, e imagina quantas à sua volta já se inspiraram ou estão se inspirando em ti. O machismo já derrubou e continua derrubando muitas de nós, porém você tem nos ensinado que não devemos soltar as nossas mãos, e não vamos.

De vez em quando ainda temos que ouvir um “foi estuprada porque estava de saia curta”, mas nós sabemos que saias não estupram, estupradores é que estupram. Podemos ensinar às pessoas desavisadas que a culpa nunca, em momento algum, de maneira nenhuma é da vítima.

Amiga, não desanime por estar vivendo em um país machista, eu também vivo, as minhas irmãs também vivem, as minhas primas também vivem, aquela moça ali parada na esquina esperando o ônibus também vive.

Não desista de todas nós, porque nós precisamos de você, nós precisamos uma das outras. E será sempre assim. Eu entendo que às vezes cansa, mas eu tenho tanto orgulho de ti, e não importa onde esteja, eu estarei lá.

Você é maravilhosa! De força, de inteligência, de bondade, de sabedoria, de paciência, de amor. Aliás, você é só amor. E muitas ainda precisam saber o quanto você é amor para que vejam que elas também são.

Se eu pudesse te dar um conselho, esse conselho seria: continue sendo assim do jeitinho que você é. Ninguém tem que te mudar, ninguém é digno de te mudar. Somos únicas no mundo e somos cada uma das mais variadas maneiras de ser. Isso faz de nós mulheres merecedoras de respeito e de nenhum direito a menos.

Amiga, escrevo essa carta para que sempre lembre o quanto é fundamental na minha vida e na vida de tantas outras mulheres. Obrigada por estar passando o feminismo adiante, prometo fazer o mesmo. Tens a minha eterna admiração.

“Sou grata a todas as mulheres que lutaram pelos meus direitos antes de mim”.
 

Michelle Leite de Barros é Advogada em Cuiabá-MT.
Sitevip Internet