Olhar Direto

Domingo, 23 de fevereiro de 2020

Opinião

Protagonismo universitário

Autor: Atainá Dorilêo dos Santos

12 Fev 2020 - 08:00

Nunca se debateu tanto acerca do empreendedorismo no Brasil como nos últimos tempos. Os avanços da tecnologia, a crise financeira, a necessidade de se destacar em um mercado cada vez mais saturado, fizeram o termo se tornar mais presente em nosso dia a dia. O empreendedorismo pode ser definido como a capacidade individual de identificar problemas e oportunidades e a partir disso encontrar as melhores soluções. De forma resumida é o ato de inovar, de fazer “mais com menos”. Empreender vai muito além de se abrir uma empresa física. O que realmente importa na arte de empreender é a criatividade.

Nesse contexto, um movimento tem se tornado crescente no meio acadêmico: o empreendedorismo ou protagonismo universitário. Apesar do emprego dos vocábulos no mesmo sentido, eles não se confundem, mas aqui, se completam, sendo que protagonista é definido no dicionário como “qualidade de pessoa que se destaca em qualquer situação” ou “como aquele que ocupa ou desempenha o papel principal”.

Mas então, o que vem a ser Protagonismo Universitário? Em vários países o conceito de educação vem mudando para uma cultura muito mais autônoma e proativa por parte dos alunos do que a velha postura do professor a frente da sala de aula e estudantes apenas como expectadores. Esse modelo de ensino centrado no professor vem aos poucos perdendo espaço, inclusive no Brasil – ainda que de forma sutil – para uma educação mais inovadora e dinâmica, visando a criatividade, o pensamento crítico e mostrando ao estudante que ele também é fonte de conhecimento.

Esse novo modo de pensar o sistema de ensino e de compreender a aprendizagem tem chegado também aos cursos de graduação e, muitos estudantes já perceberam que o sucesso profissional se constrói ainda durante a vida acadêmica e que o período na faculdade é o momento ideal e com excelentes oportunidades para trilhar uma carreira de destaque.

Então, protagonismo universitário ou empreendedorismo universitário pode ser definido como um movimento que vem sendo desenhado por estudantes que querem assumir o controle de sua vida profissional, com uma postura inovadora e dinâmica, sabendo que são os principais responsáveis por tudo os que lhes acontece, com objetivos claros e um sentimento de autoliderança. A participação em projetos da faculdade e extracurriculares, a relação com os colegas e professores, o aproveitamento das oportunidades de estágio e a participação em eventos vão desenvolvendo esse perfil empreendedor, agregando conhecimento e experiências que, sem dúvida, trarão mais notoriedade para esse aluno.

Uma ferramenta tem sido grande aliada desses estudantes visionários: as redes sociais. É crescente a quantidade de perfis em Instagram, Linkedin, Telegram entre tantos outros em que esses acadêmicos compartilham suas experiências, trocam conhecimentos, dão dicas diversas e assim vão ampliando sua rede de contatos e fazendo o que hoje denominamos de networking. Além dos corredores das universidades, as redes têm se tornado um ótimo ambiente para se conhecer pessoas das mais variadas áreas e lugares. O que impulsiona esses jovens é a busca por resultados, o desejo de autosuperação e a consciência que no mercado cada vez mais saturado e competitivo terão mais oportunidades àqueles que apresentarem algo inovador e diferente do clássico.

Contudo, as lutas e os sonhos desses acadêmicos ainda esbarram na falta de estímulo e na cultura tradicionalista de alguns professores e instituições de ensino que não possuem programas de incentivo a essa postura empreendedora e de olhares desconfiados de profissionais que não aceitam a visibilidade que alguns desses estudantes conseguem já na graduação. A resiliência, a motivação, o planejamento, a persistência e auto-confiança são alguma das características compartilhadas pelos adeptos do protagonismo universitário que, com união e foco vem crescendo, ganhando força e evidência e consequentemente se consolidando no cenário do ensino superior atual.
 

Atainá Dorilêo dos Santos é acadêmica de Direito e Corretora de imóveis
atainads@gmail.com