Olhar Direto

Terça-feira, 27 de outubro de 2020

Opinião

20 de Agosto, Dia Nacional do Maçon

Autor: Otacilio Peron

20 Ago 2020 - 08:00

O Dia do Maçon celebra de forma simbólica a importância dos Maçons durante toda a história do Brasil.

Mas merece a seguinte indagação: a Maçonaria de hoje tem o que comemorar?

Se lermos os escritos sobre os feitos da Maçonaria, podemos perceber que ela está vivendo das glórias do passado. E se compararmos a Maçonaria atual, com a de outros tempos, veremos que no passado, os Maçons eram estimulados pela conspiração política, tendo como grandes lutas, a Independência do Brasil, a Abolição da Escravatura e a República.

No passado, a Maçonaria era mais unida, mais coesa em torno da uma mesma causa, até os que tinham pontos de vista diferentes.

Os movimentos sociais eram liderados pela Maçonaria de outrora. Hoje não se vê a Maçonaria liderar protestos por melhorias, pelo fim da corrupção e principalmente pela necessária reforma política.

Martin Luther King profetizava: “o que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética, mais sim o silêncio dos bons”.

Será então que a Maçonaria está passando por uma crise de valores e de adaptação a este mundo moderno?

Creio que todos indistintamente são culpados por este marasmo, porque passa a Maçonaria.

Fazer filantropia é importante, mas não é o bastante, apesar dos exemplos gerarem efeitos verticalizados.

Compete a cada Maçon ajudar a mostrar os novos caminhos que a Maçonaria deve seguir, pois os Maçons formam a Maçonaria e ela sempre será o resultado das suas ações.

A transformação de ideias é o caminho a ser trilhado, com uma reforma intelectual e moral, deixando a condenável vaidade de lado.

A Maçonaria deveria mirar-se no que dizia Ghandi : “Seja você a mudança que deseja ver”.

A pandemia está provocando muita tristeza, mas o necessário isolamento poderá ser a alavanca para tornar a Maçonaria do Futuro mais ativa e mais respeitada.

Nesta data que se comemora o Dia do Maçon, apesar das reuniões estarem sendo virtuais, vale a pena refletir sobre a atual realidade da Maçonaria, para não ficar a cada ano comemorando somente os longínquos feitos do passado, dos quais os Maçons deve ter muito orgulho, e devem sempre ser exaltados.

Mas a Maçonaria contemporânea deverá ir em busca de novos feitos, mantendo a tradição e o conservadorismo, que são os pilares que dão sustentação e longevidade a esta nobre e valorosa Instituição, que continua levantando templos a virtude.

Parabéns Maçon pelo seu dia.





Otacilio Peron é advodago.



A FCDL é o guarda-chuva, o porto seguro das CDL’s do Estado de Mato Grosso.

Eu acompanhei o seu crescimento, e hoje ao completar 37 anos deve-se este feito a cada uma das gestões anteriores.

Mas quem teve a coragem de ditar a sua independência partindo para um espaço próprio, foi a atual diretoria.

Parabéns, ao dinâmico e competente Presidente Ozair Bezerra e toda a sua Diretoria.

E, Parabéns FCDL por completar 37 anos de glória.
Sitevip Internet