Olhar Direto

Quinta-feira, 04 de março de 2021

Opinião

E as vacinas do Mato Grosso?

Autor: Juliano Rafael Teixeira

18 Fev 2021 - 08:00


Caros leitores do Instituto Liberal e amantes da Liberdade, nesse ainda crepúsculo de 2021 o surgimento de inúmeras vacinas dos mais diversos laboratórios inspiram uma certa confiança e até esperança do fechamento do triste capítulo que a Pandemia do Covid-19 trouxe em 2020.

Mas é conhecido por todos que em terra brasilis a distribuição e fornecimento das vacinas ocorreram inúmeras idiossincrasias típicas(infelizmente!) do Brasil.

De vacinação de parentes de políticos nomeados na ultima hora em Manaus até casos de fotógrafos sendo vacinados, passando por milhares de denuncias de “fura-filas”.

Mas o caso que é título do presente artigo ocorreu em Mato Grosso, o qual o descaso e/ou ineficiência são sintomas do DESCASO que os Governos Estaduais e Municipais lidam ao manusear a vacinas e distribuição necessária para imunização da população.
Refiro-me ao imbróglio gerado pela, como irei dizer....dubiedade?! Não incoerência de documentos oficiais do Governo do Estado do Mato grosso, conforme resolução CIB/MT nº01 de 19 de Janeiro de 2021,  em sua 5º consideração refere-se a quantidade APROXIMADA de 126.000(cento e vinte e seis mil) doses enviadas pelo Ministério da Saúde, ora APROXIMADAMENTE NÃO É EXATAMENTE, sinto muito pelo pouco apreço pelo vernáculo do Governo do Estado de Mato Grosso. Há documentos oficiais que demonstram que o Governo Federal enviou 126.160(cento e vinte e seis mil e cento e sessenta) doses, já está faltando 160(cento e sessenta )doses.

Além disso somando o quantitativo no anexo da supramencionada Resolução, contando a quantidade de vacinas aos municípios(com 2 doses) e população indígena alcança a quantidade total de 91.762(noventa e um mil setecentos e sessenta e dois) doses, faltando portanto 34.398(trinta e quatro mil  trezentos e noventa e oito) doses!!!
Esse descaso com a logística e controle de vacinas é brutal e reflete não apenas uma realidade local, mas um descaso generalizado que todos os Entes de todas as esferas concorrem para o avanço da pandemia( Crise de oxigênio com responsabilidade do governo municipal, estadual e federal, vencimento de testes de detecção de covid,etc).
Mas vamos avançando no caso do Mato Grosso, a Resolução nº03 de 25 de Janeiro de 2021, trouxe em sua 5º consideração a seguinte informação: “o quantitativo remanescente de 4.000(quatro mil) doses das 126.000(cento e vinte e seis mil) doses da vacina enviado(sic) pelo Ministério da Saúde, na primeira remessa”.

Ora mas o quantitativo que falta em uma operação simples são 34.398(trinta e quatro mil trezentos e noventa e oito) doses , o absurdo que na Resolução nº03 de 25/01/2021 em seu anexo comprova a distribuição de apenas 2.000(duas mil) doses de uma quantidade de 4.000(quatro mil) olvidando-se do número de 34.398(trinta e quatro mil trezentos e noventa e oito) doses.

Senhores, essa aritmética criativa é um triste reflexo da ineficiência não apenas na contabilização correta, mas na gestão de insumos necessários para amenizar os efeitos de uma pandemia indescritível, seja no oxigênio, em vacinas, em seringas, respiradores, logística de profissionais da área médica. Ah sim a conclusão é que houve denuncia de tal AMADORISMO, pelo Deputado Estadual Ulysses Moraes(PSL-MT), sendo que o Governador do Estado Mauro Mendes(DEM-MT) e seu Secretário Estadual de Saúde, Senhor Gilbert Figueiredo, atacassem o parlamentar estadual acusando-o de propagador de “Fake News”, contando com amplo apoio da imprensa estadual(não por acaso recebedora de farta verba publicitária estatal), contudo como a verdade e a aritmética são infalíveis, o supramencionado Secretário Estadual corrigiu a portaria, tardiamente[1] explicitando o descaso que ajuda a ceifar tanto quanto a pandemia a INEFICIÊNCIA ESTATAL.
 

[1] https://www.al.mt.gov.br/midia/texto/apos-denuncia-de-ulysses-moraes-governo-de-mt-admite-falha-em-documentos-oficiais-de-distribuicao-das-doses-da-vacina-contra-covid-19/visualizar


Juliano Rafael Teixeira Enamoto é Católico, Servidor Público Municipal e amante da Liberdade
Sitevip Internet