Olhar Conceito

Sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Notícias / Dra. Elaine Togoe Kunze - Dermatologista

Dra. Elaine Togoe fala sobre a gravidez e as mudanças na pele

Dra Elaine Togoe

22 Jun 2016 - 09:03

Foto: Da Assessoria

Dra. Elaine Togoe Kunze

Dra. Elaine Togoe Kunze

A gravidez é um momento divino para as mulheres, é uma transição para outro mundo, o mundo de renascimento pessoal e espiritual. À partir do momento da descoberta da gestação, tudo que a mãe deseja é saúde para ela e para o bebê que estar por vir. E é claro que todas querem ser uma grávida cheia de elogios, se olhar no espelho e ver a beleza materna, mesmo apresentando várias alterações ao corpo que provém da gestação.

Durante a gestação , o corpo feminino se submete a várias alterações hormonais, metabólicas e imunológicas influenciando todos os órgãos durante o período gestacional. As alterações mais evidentes são as dermatológicas,as principais são: o aumento da pigmentação (escurecimento ),as alterações vasculares,as alterações glandulares e as alterações pilosas.

O aumento da pigmentação é comum, aparece logo no início da gestação e afeta mais de 90% das gestantes, sendo mais pronunciado nas mulheres negras. As áreas mais comumente comprometidas são: aréolas mamárias,axilas,genitália,abdome(famosa linha nigra),face(melasma ou cloasma) e aumento ou escurecimento das “pintas” pelo corpo. A hiperpigmentação é atribuída a aumento do número de melanócitos( células que produzem melanina, pigmento que bronzeia a pele) e maior suscetibilidade a estímulos hormonais produzidos na gestação.

O escurecimento de áreas como aréolas mamárias,axilas,genitália e abdome são temporários,não havendo indicação de tratamentos ,porém,áreas como axilas e abdome podem ser protegidos com protetor solar em creme para evitar escurecimento excessivo. Já o melasma ou cloasma ocorre em 50% a 70% das mulheres grávidas,são aquelas manchas que surgem na região das bochechas, testa e nariz,e podem ou não sumir após a gestação.O tratamento é restrito durante esse período, não se deve realizar a auto medicação,pois a maioria dos clareadores são contra indicados para gestantes.Existem alguns clareadores com bons resultados e que podem ser usados sem nenhum risco nesse período,porém o recomendado é realizar avaliação dermatológica para escolha do clareador indicado em cada caso. A orientação mais importante no caso de surgimento do melasma é o uso correto do protetor solar, sendo esse apresentando fator de proteção elevado,acima de 30 FPS e reaplicando a cada 3 horas em toda área exposta à luz solar, luz ambiente ou telas de computadores. Deve-se também evitar exposição solar excessiva.

Já as alterações vasculares são aqueles vasinhos que surgem nas nossas pernas e que resultam da pressão venosa aumentada nas veias e que regridem no pós parto. Para evitar o surgimento podemos realizar profilaxia com o uso de meia elástica,repouso com as pernas elevadas e evitar longos períodos em pé.

As alterações glandulares estão relacionadas ao aumento da atividade das glândulas écrinas(glândulas de suor) e das glândulas sebáceas(glândulas de produção de gordura),sendo também por período temporário. O efeito da atividade da glândula sebáceasobre a acne é variável,podendo ou não interferir no surgimento da acne.

Durante a gravidez ocorre alteração no ciclo normal de crescimento do pelo e observa-se aumento de pêlos na fase em crescimento e diminuição na fase de repouso,por isso percebemos um cabelo mais bonito e forte durante a gestação. Após o nascimento, essa situação se inverte, apresentando queda capilar chamada de eflúvio telógeno que se inicia da quarta à vigésima semana pós parto e cessa em torno de 15 meses.

O maior terror das mulheres são as estrias, que surgem com o aumento de peso excessivo em que há o estiramento da pele e também apresentam fatores hereditários envolvidos. No início são avermelhadas e depois se tornam esbranquiçadas, as avermelhadas apresenta melhor resultado ao realizar tratamentos,e,as esbranquiçadas apresentam resultado inferior por serem áreas cicatrizadas . A melhor forma de evitar é fazer uso de um hidratante corporal materno 3 x ao dia, uso de óleos corporais e evitar o aumento de peso excessivo.

O ideal é ter um acompanhamento dermatológico em todas as fases da gestação, para ter uma escolha correta das medicações e realizar as prevenções ideais para o período.


Redes Sociais

Sitevip Internet