Olhar Conceito

Sexta-feira, 23 de abril de 2021

Notícias / Arquitetura, décor e design

História

Mais antiga escola de Cuiabá, Liceu ainda preserva imponência e beleza

Especial para o Olhar Conceito – Thalita Araújo

18 Abr 2013 - 15:45

Foto: Reprodução

Entrada principal do Liceu, que dá acesso ao Anfiteatro

Entrada principal do Liceu, que dá acesso ao Anfiteatro

É difícil passar incólume pelo prédio da Escola Estadual Liceu Cuiabano “Maria de Arruda Muller”. Grande, imponente, bonita, a obra tem imensa representação para a cidade, tanto de maneira física quanto imaterial. Foi a primeira escola secundária de Mato Grosso.

Leilla Borges de Lacerda, no livro Patrimônio Cultural de Cuiabá, conta que a escola foi criada em 1.879 como “Lyceu de Línguas e Sciências”, mas situada primeiramente na Praça da República, no local onde hoje está o prédio dos Correios.

Fé e arquitetura unem-se em belíssimas e centenárias igrejas e templos na capital matogrossense

Passou pelo Palácio da Instrução e depois, finalmente, em 1.946, foi transferida para a Praça General Mallet, em um grande prédio cuja construção iniciou-se dois anos antes pelo interventor do Estado, Júlio Muller.

“Durante muito tempo o Lyceu Cuiabano foi a única instituição oficial de Ensino Secundário em Mato Grosso – Lyceu de Línguas e Sciências, Cursos Preparatórios, Curso de Humanidades, Curso de Sciências e Letras”, diz Lacerda em sua obra.

Obras arquitetônicas no centro preservam parte da história de Cuiabá através dos anos


Em 13 de março de 1.979, no centenário de sua criação, a escola recebeu o nome de Liceu Cuiabano. Mais tarde, em 1.999, foi acrescentado o nome Maria de Arruda Muller, esposa do interventor Julio Muller.

O prédio tem arquitetura típica das obras do Estado Novo de Getúlio Vargas, Art Déco, e foi tombado como Patrimônio Cultural Estadual Edificado em 1.984.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet