Olhar Conceito

Quarta-feira, 14 de abril de 2021

Notícias / Diversão e Lazer

Chave de ouro

Com Sambô e Gino e Geno, Réveillon na Orla do Porto reúne 40 mil pessoas

Da Redação - Thaís Fávaro

01 Jan 2019 - 16:14

Foto: Davi Valle

Com Sambô e Gino e Geno, Réveillon na Orla do Porto reúne 40 mil pessoas
Cerca de 40 mil pessoas compareceram ao encerramento do Réveillon 300 anos na Orla do Porto, em Cuiabá, na noite de segunda-feira (31). A queima de fogos durou 15 minutos e teve 50% menos barulhos, em respeito aos animais, crianças e idosos. A população pode prestigiar atrações regionais como Totó Bodega, Nico e Lau e Comadre Nhara, além dos shows nacionais com a dupla Gino e Geno e o grupo Sambô.

Leia mais
Teló leva 30 mil cuiabanos à Orla do Porto e proporciona momento especial para fã

O secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, ressalta a importância da  parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), para garantir o transporte até o local e a redução de 50% nos ruídos oriundos da queima de fogos. A medida está prevista em decreto assinado pelo prefeito Emanuel Pinheiro, e prevê o bem-estar de idosos, bebês, pessoas enfermas e animais.

Neste contexto é importante destacar ainda a ação conjunta com a Secretaria de Assistência Social e o Ministério do Turismo (MTur), que reforçou a campanha de combate à exploração sexual infantil. “Colocamos o cidadão em primeiro lugar, uma vez que o princípio de sustentabilidade é ambiental e social. Nesse contexto, trabalhamos com mais afinco em questões como segurança e comodidade. Isso tudo vem ao encontro do que o prefeito vem desenvolvendo, de humanização”, diz Vuolo.

Com 80% do orçamento destinado pelo MTur, o evento também contou com recursos da Assembléia Legislativa de Mato Grosso, o que proporcionou uma programação extensa, com atrações nacionais e mais de 20 apresentações regionais. Cumpriu-se assim, o objetivo da gestão, de valorizar os talentos da nossa terra. Exemplo disso foi a jovem cantora Liandra Polinski, que surpreendeu a plateia levando ao palco hinos sertanejos como Mercedita e Galopeira.

Na estrada desde os 15 anos, a estudante, hoje aos 20, coleciona apresentações em festivais e até em programas nacionais. De acordo com ela, os clássicos são indispensáveis para ocasiões como esta, de grande público. “Tem aquelas que não podem faltar. Mas o repertório, de modo geral, conta com músicas mais animadas, para levantar as pessoas”, conta. A diversidade musical no réveillon também incluiu ritmos como rasqueado, eletrônico e samba.

Na mesma sintonia, Gino e Geno levaram ao palco a irreverência de suas músicas com duplo sentido e batida dançante. Animados, teceram elogios aos moradores da Capital “Nunca vimos nenhum cuiabano ou cuiabana desafinar”, brincaram. O grupo paulistano Sambô, aproveitou a ocasião para antecipar as felicitações a cidade por seu tricentenário, que serão comemorados em abril de 2019. “Parabéns a vocês por essa terra calorosa, sigam firmes na luta, com alegria e muito trabalho”, desejaram.

O planejamento rendeu bons resultados e durante os três dias de festa não foram registradas ocorrências. “Contamos com estrutura para atender qualquer tipo de emergência, mas em razão desses esforços nenhum problema foi registrado”, finalizou Vuolo.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet