Olhar Conceito

Terça-feira, 29 de setembro de 2020

Notícias / Dr. Juliano Slhessarenko - Cardiologia

Sedentarismo: Cada hora de exercício praticado adiciona duas horas de vida, diz cardiologista

Dr. Juliano Slhessarenko

30 Set 2019 - 11:40

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Cardiologista intervencionista. Doutor em cardiologia pela USP; Atendimento: Clinmed (65) 30559353, IOCI (65) 30387000 e Espaço Piu Vita (65)30567800

Cardiologista intervencionista. Doutor em cardiologia pela USP; Atendimento: Clinmed (65) 30559353, IOCI (65) 30387000 e Espaço Piu Vita (65)30567800

Seu José não pratica atividades físicas regulares e seu peso, diabetes e pressão arterial estão descontrolados. Vêm ao consultório para entender porque os remédios não ajudam.  Digo a ele: Ser sedentário pode te matar.  Está na hora de se mexer.

Leia também:
Clima extremo e seu coração: cardiologista explica porque o calor pode ser fatal
 
Você provavelmente já ouviu isso antes, mas a falta de atividade física apresenta grandes riscos, como coágulos sanguíneos, pressão alta, ataque cardíaco, derrame e outros problemas relacionados ao coração.  Por outro lado, tornar-se mais ativo pode reduzir sua pressão arterial em até 4 a 9 mm Hg, que é a mesma redução na pressão arterial que você obteria com medicamentos anti-hipertensivos. A atividade física também pode aumentar seus níveis de bom colesterol.
 
Tornar-se mais ativo, reduz doenças cardíacas em 30 a 40% e derrame em 25% em pessoas que praticam atividades regulares moderadas a vigorosas. Remédio milagroso: 30-40% de redução de risco de síndrome metabólica e diabete, 20% de redução de risco de câncer de mama, 20-35% de redução de doença cardiovascular, 22-83% de redução de osteoartrite, 20-30% de redução de depressão e demência, 30% de redução de câncer de cólon, 30% de redução do risco de queda no idoso.
Caminhadasreduzem em 30% risco de morte precoce. 
(Ref BMJ, 2019;366:l5605)
Se fosse um comprimido, ia vender muito...
 
Além dos benefícios para a saúde do coração, com uma vida mais ativa fisicamente, você pode esperar:
 
Mais energia
Menos estresse, tensão, depressão e ansiedade
Um humor geral melhor
É mais fácil adormecer e dormir profundamente
Maior força muscular e prevenção de perda óssea
Atraso ou prevenção de doenças crônicas e associadas ao envelhecimento
Você não precisa se tornar um rato de academia
 
Para cada hora de exercício regular que você recebe, você ganha cerca de duas horas de vida adicional - mesmo que não comece até a meia-idade. Então comece a se mover. Procure pelo menos 30 minutos de exercício diariamente, e você estará no caminho de uma vida saudável do coração.
 
Se você é novo no exercício, tente formas moderadas de atividade física, como caminhada rápida. Você também pode incorporar pequenas alterações em sua rotina diária, como subir as escadas em vez da escada rolante ou elevador.  Cada pedacinho ajuda.
 
É importante aumentar sua atividade física, mas é igualmente importante conversar com seu médico sobre a intensidade do seu treino e fazer exames cardiológicos periódicos.
 
Atividade física é qualquer coisa que faz você mover seu corpo e queimar calorias, como tarefas domésticas, jardinagem, corrida, ciclismo, tênis, passear com o cachorro ou dançar.  Não precisa parecer uma tarefa.
 
Se você pensar bem, 30 minutos não são muito.  Então, em vez de gastar seu tempo livre em frente à TV, levante-se e mova-se. Um estudo recente descobriu que adultos de meia idade que eram mais ativos no lazer tinham níveis mais baixos de indicadores de inflamação das artérias.  E pessoas com menos inflamação tendem a ter menor risco de doença cardíaca.
 
Considerado o mal do século, o sedentarismo é um dos fatores de risco para doenças cardiovasculares. Caracterizado pela falta ou a diminuição da atividade física, o sedentarismo atinge órgãos vitais e impacta diretamente na saúde dos músculos e ossos. 
 
No mundo, segundo a organização mundial da Saúde, um em cada três adultos não pratica nenhuma atividade física. O perfil da população mundial hoje apresenta número significativo de indivíduos obesos e com sobrepeso, além de outras doenças decorrentes do corpo sedentário.
 
O corpo humano foi programado para funcionar melhor quando recebe estímulos.As funções vitais acontecem de forma mais regular e com menor desgaste quando o indivíduo é ativo.
 
Um corpo sedentário funciona mal e sobrecarrega todos os órgãos. Por isso quando feita de maneira regular, a atividade física previne e ajuda a melhor muitos problemas de saúde como diabetes, hipertensão, obesidade e colesterol.
 
Com a rotina atribulada vivida pela grande maioria da população brasileira o tempo se tornou o maior empecilho para a prática de uma atividade física. A adoção de um estilo de vida mais saudável, com menor ingestão de calorias e aumento das atividades físicas proporciona a redução de peso, reversão da obesidade e facilita a manutenção de uma vida saudável.
 
O SEDENTARISMO pode trazer sérias e graves complicações como: Obesidade, colesterol, hipertensão, diabetes e outros. 

E estes por sua vez podem causar sérios problemas a seu coração. 

Saia desse quadro...

Combine uma alimentação equilibrada à prática regular de exercícios. 

Faça uma avaliação médica antes de iniciar qualquer atividade física. Caminhadas diárias de 30 minutos são uma boa opção para começar.

A hidratação e a escolha da roupa adequada também ajudam nesse processo.
 
*Dr. Juliano é Cardiologista intervencionista. Doutor em cardiologia pela USP; Atendimento: Clinmed (65) 30559353, IOCI (65) 30387000 e Espaço Piu Vita (65)30567800

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet