Olhar Conceito

Quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Notícias / Tecnologia

'Simininas' aprendem programação digital em novo programa da Prefeitura de Cuiabá

da Redação - Isabela Mercuri

21 Nov 2019 - 17:00

Foto: Vicente Aquino

'Simininas' aprendem programação digital em novo programa da Prefeitura de Cuiabá
Vinte e nove meninas receberam, na última terça-feira (29), o certificado do programa ‘Siminina Digital’ das mãos da primeira-dama Márcia Pinheiro. O programa, realizado em parceria com a Universidade de Cuiabá (Unic)- campus Barão, teve em 2019 aulas de ‘lógica de programação’, oferecidas pela empresa Happy Code.

Leia também:
Prefeitura de Cuiabá inaugura primeira sala de ballet do programa Siminina

“O propósito da Happy Code é, ao ensinar as meninas a programar, apresentar para elas um universo onde possam protagonizar na tecnologia e não ser somente usuário. É desenvolver o raciocínio lógico para criar soluções que podem transformar o mundo”, explica o proprietário Anderson Caparróz. As aulas são oferecidas depois que elas já concluíram a ‘informática básica’.

O Siminina Digital foi criado em 2018, quando a primeira-dama Márcia Pinheiro passou a receber cartas escritas pelas meninas que passariam a completar 14 anos e, consequentemente, deixar o programa – que só atendia garotas de 7 aos 14 anos.

“Eu recebi essas cartas e me sensibilizou o que estava escrito na maioria delas. As meninas não queriam deixar o programa e pediam para ficar porque adoram estar no programa. Foi então que pensamos em algo para estender a faixa etária de forma que contribuíssem para elas pouco mais a frente quando fossem brigar por alguma vaga no mercado de trabalho”, lembra.

A parceria do programa com a Unic é dirigida pelo coordenador do curso de Engenharia da Computação, Marcos Senna, que faz o intermédio com os alunos de graduação. “Eu fiz uma promessa à primeira-dama de que meus alunos não iriam apenas qualificar as simininas. Capacitar qualquer lugar capacita, então a nossa ideia e nosso propósito é deixá-las diferenciadas. Quando eles saem das casas deles para se deslocarem até o Siminina, deixam de fazer outras coisas como estudar, trabalhar, para ceder o tempo para as meninas, e isso é uma satisfação enorme”, afirma.

O Siminina já existe há mais de 20 anos, mas, de acordo com a assessoria, ganhou uma nova roupagem na atual administração da Prefeitura de Cuiabá, deixando de ser apenas uma local recreativo para os pais deixarem as filhas no dia a dia, e passando a ser um centro multidisciplinar de aprendizagem com aulas de ballet, dança regional, judô, fanfarra, plantio de hortifrúti, inglês, alfabetização e outros.  

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet