Olhar Conceito

Sábado, 28 de novembro de 2020

Notícias / Diversão e Lazer

Família mantém festa de 3 anos do filho mesmo sem convidados e aprende ‘lição de vida"

Da Redação - Isabela Mercuri

26 Mar 2020 - 11:00

Foto: Arquivo Pessoal

Família mantém festa de 3 anos do filho mesmo sem convidados e aprende ‘lição de vida
Desde que o filho Inácio nasceu, Thalita Araujo, 35, e o marido Pedro planejam as festinhas de aniversário com antecedência. Esta foi a primeira vez  em que, por ser mais velho, ele conseguiu escolher o tema e participar da programação mas, infelizmente, as coisas não correram como o esperado. Mesmo com o decreto municipal e a crise do coronavírus, a mãe decidiu manter a festa, mesmo que sem convidados, e conta que aprendeu uma lição de vida com o filho.

Leia também:
Após cruzar o Atlântico de carona em barco a vela, chef francês passa a trabalhar em padaria em Chapada
 
“Uma semana antes, o município decretou fechamento das escolas a partir do dia 23 de março, além de outras medidas preventivas. Inicialmente a festa teria em torno de 50 pessoas, entre adultos e crianças. Com esse anúncio do fechamento das escolas e as pessoas começando a se recolher, conversei com cada convidado pra ver qual era o sentimento de cada um, e verifiquei que, mantendo a festa, que seria dia 22 de março, teríamos em casa no máximo 20 pessoas”, contou ao Olhar Conceito.
 
A ideia inicial de Thalita era manter os vinte convidados, por ser uma festinha ao ar livre e não ter casos suspeitos na cidade onde mora, Campo Verde. No entanto, com a mudança rápida da situação, ela teve que se adaptar novamente. “Como não sabíamos como as coisas estariam até domingo, na quinta-feira comunicamos o cancelamento aos convidados, anunciando que estariam presentes apenas pais e avós”.
 
Para o filho, ela explicou que os amigos não viriam para a festa por causa do ‘bichinho’ que ele já tinha aprendido na escola. “Ele me rebateu dizendo “vai ter crianças na minha festinha sim mamãe!”, e achei que seria horrível pra ele digerir... Mas expliquei novamente e ele assimilou e disse “tudo bem”. E continuou animado, vibrou quando viu tudo arrumado, cantou parabéns feliz da vida, serviu o bolo pra todo mundo, estourou todos os balões, brincou, dançou... Foi comovente ver o quanto ele estava feliz, uma lição pra nós pais”.
 
A festa contou somente com os pais, avós e um casal de tios de Inácio. Para Thalita, comemorar este momento era imprescindível tanto porque o filho merece e estava ansioso pelo momento, quanto “porque nesse momento crítico não podemos descartar oportunidades de celebrar a vida, celebrar o amor em família e a confiança de que tudo vai ficar bem!”, finaliza.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet