Olhar Conceito

Segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Notícias / Cinema

UFMT exibe making of de documentário que mostra ação de mulheres na história de MT

Da Redação - Isabela Mercuri

03 Ago 2020 - 11:33

Foto: Reprodução / Divulgação

UFMT exibe making of de documentário que mostra ação de mulheres na história de MT
O making of do documentário ‘Mata Grossa’, que destaca o papel feminino na história do estado de Mato Grosso, está disponível ao público pela Plataforma Virtual Cultura e Vivência da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O filme, feito por Tati Mendes e Amauri Tangará, contou com a entrevista de treze mulheres que romperam com a lógica historicamente instituída de que apenas os homens foram protagonistas dos principais acontecimentos do Estado.

Leia também:
Temporada de Filmes traz comentário sobre “Como ser racista em 10 passos” e “Pandorga”

O arquivo disponível tem pouco mais de dez minutos, e traz imagens da produção e entrevistas dos diretores do filme, Amauri Tangará e Tati Mendes, que falam sobre a proposta do documentário e relatam o processo de filmagem que aconteceu em várias cidades de Mato Grosso durante o ano de 2018.

Também é registrada a produção de um mural de grafite na UFMT pela carioca Panmela Castro, conhecida como Anarkia Boladona. A grafiteira possui um trabalho voltado para a luta pela igualdade de gênero. A obra, feita na universidade, integra a parte final do documentário Mata Grossa como objeto artístico representativo do empoderamento feminino, da partilha e da busca do respeito a igualdade de gêneros.

Amauri Tangará é roteirista, dramaturgo, cineasta, diretor teatral, preparador de atores, provocador cultural, ator. Tati Mendes é administradora, gestora cultural, parecerista, facilitadora de oficinas de cinema, produtora. Juntos, os dois fundaram a Cia d’Artes do Brasil, empresa de produção, difusão e apresentação de espetáculos teatrais, oficinas, workshops e palestras na área de artes cênicas/ teatro e de produção, difusão e exibição na área de cinema. Sediada em Chapada dos Guimarães, a Cia d’Artes do Brasil tem em seu currículo mais de 20 anos de trabalho prestado a essas duas áreas, com atuações e trabalhos reconhecidos internacionalmente.

A Plataforma Virtual Cultura e Vivência foi criada em 2020 para veicular a produção artística e cultural da UFMT e de parceiros durante o período de isolamento social provocado pela pandemia de Covid-19. A plataforma o integra o programa "A Importância da Cultura nos 50 anos da UFMT" e reúne material de arquivo e novos conteúdos produzidos pela Coordenação de Cultura e Vivência, a Gerência de Projetos Culturais, as supervisões (Coral UFMT, Orquestra Sinfônica da UFMT, Teatro Universitário, Cineclube Coxiponés, Museu de Arte e de Cultura Popular e Ateliê Livre de Arte) e outras parcerias que extrapolam os muros da universidade.

Serviço

Para conferir acesse http://culturaufmt.wordpress.com

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet