Olhar Conceito

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Notícias / Literatura

Escritora de MT usa suas experiências e depoimentos para falar sobre gordofobia em livro

Da Redação - José Lucas Salvani

15 Set 2020 - 15:57

Foto: Jú Queiroz e Paula Mello

Escritora de MT usa suas experiências e depoimentos para falar sobre gordofobia em livro
A escritora e filósofa, Malu Jimenez, lançou nesta terça-feira (15) a pré-venda do seu livro “Lute Como Uma Gorda: gordofobia, resistências e ativismos”, um dos únicos no Brasil dedicado totalmente ao tema da gordofobia. Moradora de Chapada dos Guimarães (a 60 km de Cuiabá), Malu posou para a capa e páginas do livro e detalha um pouco sobre a obra ao Olhar Conceito.

Leia também:
Festival “Levante em Cena” leva teatro para dentro de casa com show de abertura de Karola Nunes

Jimenez usa um pouco de suas vivências para falar sobre gordofobia. Escrito em primeira pessoa, o livro apresenta teorias e depoimentos de pessoas que já sofreram esse preconceito. “Parto do meu corpo, meus traumas e vivências com a gordofobia, enquanto mulher gorda, que fui a vida inteira, para analisar as outras mulheres gordas e a teorizar sobre isso”, revela.

A autora é também filósofa feminista e doutora em Estudos de Cultura Contemporânea pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), onde pesquisou a gordofobia. A filósofa conta que percebeu uma mudança nos últimos seis anos em relação ao interesse das pessoas sobre a temática. Foi do deboche e risadas para realmente querer entender o que é esse preconceito.

“Passou uma história toda da minha cabeça de quando eu comecei a estudar o tema, vai fazer seis anos. As pessoas riam do que eu falava. ‘Nossa, vai pesquisar gorda? Como assim?’, davam risada. Não se falava muito sobre gordofobia. Aliás, não se falava nada, nem sabia que esse termo existia. Agora eu vejo o contrário. As pessoas querem saber o que é. (...) Tem muita gente querendo saber, me procurado para falar sobre o tema. A aceitação do livro tem sido maravilhosa”, conta.

Além de escrever, Malu estampa a capa e páginas do livro pelo olhar da fotógrafa Jú Queiroz, aliado às colagens artísticas de Paula Mello. São imagens de mulheres gordas, registrados no Cerrado, na Chapada dos Guimarães, e retratadas de forma raramente representada, com um tom de delicadeza e carinho.

Essa não é a primeira vez que Malu posa, já rolaram outros convites. “Acho que faz parte de todo esse processo de empoderamento, de que meu corpo corpo não está errado, que ele tem sua força e beleza. É colocar meu corpo em um lugar onde nunca esteve, pelo olhar de outras e muitas pessoas. Quantas capas de livro você já viu com uma mulher gorda estampada? [Isso] não existe”, questiona.

O livro “Lute Como Uma Gorda: gordofobia, resistências e ativismos” está em pré-venda pela Revista Philos, com diversas opções de compra com brindes como autógrafo, marca página e uma escultura de cerâmica vitrificada da Vênus de Willendorf, feita pelo artista plástico Lucas Fonseca. Para saber mais: clique aqui.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet