Olhar Conceito

Sábado, 28 de novembro de 2020

Notícias / Diversão e Lazer

UFMT promove exposições online de Rita Duarte e Carlos Lopes

Da Redação - José Lucas Salvani

26 Set 2020 - 11:34

Foto: Reprodução

UFMT promove exposições online de Rita Duarte e Carlos Lopes
A Coordenação de Cultura e Vivência da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) promove as exposições online de Rita Duarte e Carlos Lopes, que se integram ao programa “A Importância da Cultura nos 50 anos da UFMT”. A exposição de Carlos Lopes já está disponível para ser apreciada aqui, enquanto as obras de Duarte estarão expostas no site a partir do dia primeiro de outubro.

Leia também:
Exposição virtual da UFMT homenageia Adir Sodré e Benedito Nunes

As obras de Rita fazem parte da exposição “Renascimento”, que abrange, em sua maioria, a fase atual da artista. Rita, que nunca utilizou um cavalete para suas criações, tem como característica a produção das obras sempre na horizontal. O processo confere liberdade para que a tinta, mais líquida e transparente. Na paleta cromática, os metálicos foram introduzidos, revelando quase que veios preciosos aos tons minerais.

Para o Gerente de Projetos Culturais da UFMT, Maurício Mota, “a mostra é um presente que encanta os olhos, subverte e submerge os pensamentos, e faz jus ao nome ‘Renascimento’, abusando das cores e da fluidez, com muita originalidade icônica, possível apenas por uma artista sensível como Rita”.

A artista plástica cuiabana iniciou sua formação acadêmica na Escola de Belas Artes, no Rio de Janeiro. Desde os primeiros trabalhos, Rita imprimiu sua linguagem própria, marcada pela pesquisa de suportes e técnicas, sempre com a profusão de cores e tonalidades, que definem o DNA da sua obra.
 
De volta a Cuiabá, desde 2000, Rita continuou com sua intensa produção criativa em que se expressa, além de tinta acrílica sobre tela, através de materiais diversos como vergalhões, cimento leve, chapas de ferro, tanto na pintura quanto na escultura.

Enquanto as obras de Duarte ficarão disponíveis a público a partir de outubro, as obras de Carlos Lopes já estão disponíveis. Carlos reside em Cuiabá desde a infância e foi frequentador do Ateliê Livre da Fundação Cultural entre 1979 e 1984.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet