Olhar Conceito

Domingo, 22 de maio de 2022

Notícias | Cinema

Madiano Marcheti

Cineasta de MT é eleito melhor diretor em premiação por “Madalena”; diretor de “Bacurau” elogia filme

Foto: Reprodução

Cineasta de MT é eleito melhor diretor em premiação por “Madalena”; diretor de “Bacurau” elogia filme
O cineasta mato-grossense Madiano Marcheti foi eleito o Melhor Diretor no Cinema Tropical, uma das principais plataformas que apresenta o cinema latino para os norte-americanos, pelo filme “Madalena”, que traz inúmeras camadas a partir da morte da personagem-título, uma mulher transsexual. O anúncio foi feito na última terça-feira (18).

Leia também:
Cineasta de MT estreia filme em festival europeu; assista à entrevista

Madiano utilizou a conta de seu Instagram para agradecer pelo reconhecimento. “Estou emocionado demais com esse reconhecimento. Um beijo e um agradecimento enorme à equipe e ao elenco do filme. Sem essa galera incrível, o filme jamais teria saído do papel”.

Já nesta quinta-feira (20), Kleber Mendonça Filho, diretor por trás de “Bacurau” e “Aquarius”, utilizou sua conta no Twitter para rasgar elogios ao primeiro longa-metragem de Madiano. “O Brasil do Centro Oeste se filma pouco e ‘Madalena’ — de Madiano Marcheti — é um dos melhores primeiros longas brasileiros em muitos anos”.

“Madalena” acompanha três histórias que se desenvolvem a partir da morte de uma mulher transsexual que dá título ao filme. Os personagens centrais dessas histórias - Luziane, Bianca e Cristiano - estão envolvidos de alguma forma com a morte ou com Madalena, trazendo para o longa-metragem três pontos de vista quanto ao acontecimento.

“O filme é muito sobre esse momento que estamos vivendo. Sobre empatia e como você enxerga o outro, como você se posiciona em relação às brutalidades e violências, se você se posiciona ou não. Isso é meio que um testemunho do lugar, que é uma cidade do centro-oeste brasileiro, muito inspirado onde vivi em Mato Grosso”, contou Madiano ao Olhar Conceito em fevereiro de 2021.

O longa-metragem foi rodado em Dourados, no Mato Grosso do Sul. Estão no elenco Natália Mazarim, Rafael de Bona, Pamella Yule, Chloe Milan, Mariane Cáceres, Nádja Mitidiero, Joana Castro, Edilton Ramos, Maria Leite, Antonio Salvador e Lucas Miralles.

A previsão é de que o filme chegue em território nacional em 2021, mas com a pandemia do novo coronavírus a estreia é incerta. “No Brasil vamos esperar esse momento da pandemia passar um pouco. Os cinemas nem estão abertos direito ainda. Está muito complicado nesse momento, mas queremos muito estrear no Brasil e em Mato Grosso [respectivamente]”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet