Olhar Conceito

Segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Notícias | Religiosidade

VEJA VÍDEOS

Festa de São Pedro retorna com fé, tradição, campeonato de lambadão e prêmio de R$ 500 para quem comer peixe frito mais rápido

Foto: Prefeitura de VG

Festa de São Pedro retorna com fé, tradição, campeonato de lambadão e prêmio de R$ 500 para quem comer peixe frito mais rápido
Tradição, fé, religiosidade, gastronomia regional e muita alegria marcaram a retomada da 41ª Festa de São Pedro que aconteceu nesta quarta-feira (29), no Distrito de Bom Sucesso, em Várzea Grande, após ficar dois anos paralisada por conta da pandemia. O festejo também ficou carimbado por uma competição de lambadão valendo R$ 300 e concurso valendo R$ 500 para quem comesse peixe frito mais rápido e peixada na faixa. 

Leia mais:
Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães começa nesta sexta-feira com Renato Teixeira
 
Em comemoração ao Dia do Pescador e para celebrar a data do santo, as festividades começaram pela manhã e não teve hora para encerrar. Cerca de 5 mil pessoas movimentaram o distrito e a economia local. Teve gente que ainda veio de fora para prestigiar a data.
 
(Américo Nepomuceno - Portal Primeira Página)

A festa também ficou marcada por duas competições. Um campeonato de lambadão valendo R$ 300 para a dupla vencedora e uma “corrida” com prêmio de R$ 500 para quem comesse 8 postas de ventrecha frita em menos tempo.
 
Quem venceu a corrida do peixe foi um jovem pintor de 19 anos, Victor Gabriel Oliveira, que deixou 8 adversários para trás e comeu as ventrechas fritas em menos de dois minutos. A dupla Danilo e sua irmã Naiara venceram o concurso de lambadão e embolsaram R$ 300.
  (Américo Nepomuceno - Portal Primeira Página)

Para o rei da festa, Benedito Gonçalves da Silva, 68, que recebeu os devotos em sua casa para o tradicional chá com bolo, a Festa de São Pedro tem extremo valor para todos que vivem em Bonsucesso.

Ele pontuou que a comunidade sempre foi religiosa, então a fé sempre esteve em primeiro lugar, principalmente no Senhor Divino, São Benedito, Nossa Senhora e para os pescadores, São Pedro.

Passar a tradição adiante aos mais jovens é responsabilidade dos mais velhos. Para isso mesclar a fé, religiosidade e a festança é de suma importância para que os costumes prevaleçam e não despareçam com o tempo. Além disso, a festança é necessária para gerar renda à comunidade por meio do fomento ao turismo e economia que ela proporciona.
 
A 41ª Festa de São Pedro contou com a procissão pela rua principal de Bonsucesso, terminando na casa do rei da festa, onde foi servido o chá com bolo. Em seguida, a missa em louvor a São Pedro foi rezada na Igreja Divino Espírito Santo e o almoço gratuito com mais de duas toneladas de peixe foi servido no salão paroquial, onde também ocorrem a feira de artesanato e shows regionais.

Até a meia-noite desta quarta-feira (29), a animação foi garantida pelo Corpo Musical da Polícia Militar, Sandrinho dos Teclados e bandas Signus, BigSom, Novo Som e ScortSom. A entrada foi franca.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet