Olhar Conceito

Sábado, 28 de novembro de 2020

Notícias / Perfil

Após retirada total de mama, funcionária pública nocauteia fantasma do Câncer através do Muay Thai

Da Redação - Laura Petraglia

11 Abr 2014 - 14:40

Foto: Leandro Alves

Após retirada total de mama, funcionária pública nocauteia fantasma do Câncer através do Muay Thai
“Você nunca sabe a força que tem, até que sua única alternativa seja ser forte”. E foi assim, tendo que ser forte para superar a descoberta de um câncer no seio esquerdo e posteriormente a retirada total da mama, que a funcionária pública Maria Aparecida de Oliveira Ribeiro, a Cida, de 51 anos, descobriu ser muito mais forte do que pensava. A história dela seria até então como a de muitas mulheres que passam pelo mesmo problema, se não fosse pelo detalhe de ela ter encontrado no Muay Thai o fortalecimento de corpo e mente que levaram a nocaute o fantasma do Câncer de uma vez por todas da sua vida.

Cida relata que descobriu o Câncer há um ano e meio por acaso quando comprou um sutiã lilás. Depois de usa-lo pela primeira vez, notou uma mancha escura no bojo. “Eu fiquei brava e achei que ele tinha vindo manchado, mas lavei e quando usei pela segunda vez manchou novamente e percebi que aquele líquido escuro estava saindo do meu peito. Corri pra minha médica e como eu não apresentava nódulos e estava com a mamografia em dia, ela me pediu uma ressonância. Foi aí que o tumor apareceu. Ele tinha nascido e crescido aberto, em forma de uma flor e já tinha tomado conta de toda minha mama”, lembra.

Luta X Letras: lutador Muay Thai lança livro de autoajuda baseado na filosofia oriental
Alex Paraná ensina tradicional Muay Thai para 'controle do corpo e mente'
Lutador de MT nocauteia oponente com chute no rosto em competição nacional de Muay Thai Tradicional veja fotos

A funcionária pública que já possuía um histórico familiar e perdeu uma irmã de 25 anos com câncer no seio, não pensou duas vezes em fazer a mastectomia (retirada total da mama). Porém a decisão mais difícil foi a de que não iria fazer a reconstrução do seio e passar por uma nova operação. “Nunca me coloquei na posição de coitadinha, acho que ninguém pode passar por mim aquilo que eu tenho que viver. Decidi que não ia me sujeitar a mais um processo operatório. Já tinha feito as sessões de radioterapia e terei que fazer a hormonioterapia para resto da minha vida, decidi me poupar”, afirma.

Quem é mulher sabe o quanto os seios têm a ver com a autoestima feminina. A ausência de uma das mamas e a indicação médica de que precisava emagrecer, fez com que Cida procurasse uma válvula de escape, algo que fizesse bem para seu corpo e também para a sua mente. Foi assim, aos 51 anos, que ela encontrou no Muay Thai aquilo que buscava.

“Nunca tinha feito atividade física, mas o que acho que mudou em mim depois que comecei a treinar Muay Thai foi a minha cabeça, foi saber que sempre posso mais daquilo que pensava. Hoje já vejo melhoras significativas no meu corpo, mas a minha postura diante das coisas realmente é o que mais impressiona. Não tenho uma das mamas, mas mesmo assim ando de cabeça erguida e me sinto um guerreira, uma lutadora”, disse ao ressaltar sua autoestima inabalável.

Serviço: 

Em Cuiabá o centro de treinamento Alex Paraná, fica na Avenida Lava Pés, 64, Duque de Caxias, Cuiabá. Cep:78020-000 Cuiabá. Para maiores informações ligue no 3054-1398. No local é ensinado o Muay Thai Tradicional da mesma maneira que é ensinado na Tailândia.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet