Olhar Conceito

Terça-feira, 22 de setembro de 2020

Notícias / Astrologia

Auto-conhecimento, relacionamentos, desafios: Astróloga cuiabana explica o que aborda em suas consultas

Da Redação - Isabela Mercuri

22 Jan 2015 - 16:53

Foto: Isabela Mercuri / Olhar Conceito

Eunice em seu escritório

Eunice em seu escritório

“Eu sou a primeira a dizer que não acredito em astrologia. Porque pra mim é a mesma coisa que dizer: ‘você acredita no seu carro?’. Astrologia não tem nada a ver com crença, ela é uma ferramenta”. É assim que Maria Eunice Sousa, astróloga que mora e atende em Cuiabá, define seu trabalho e paixão.

Leia mais:
Em 2015 será possível ver Júpter, Saturno e Vênus no céu, além de um eclipse total
Sinal a 5,5 bi de anos-luz de distância intriga cientistas

Ela começou a estudar astrologia em 2005, depois que foi à uma profissional para fazer seu mapa astral e se apaixonou. Depois disso, fez um curso básico e começou a estudar e ler tudo que tinha acesso. “Fiquei fascinada pelo sistema, com como a mulher podia dizer tanto sobre mim sem me conhecer”, conta Eunice.

Em 2008, ela foi morar na Inglaterra e lá quis aprofundar seus conhecimentos. Estudou durante três anos no Centro de Astrologia Psicológica de Londres e obteve a graduação. Quando voltou para Cuiabá, em 2011, já começou a atender profissionalmente.

A linha da astrologia que Eunice escolheu para si foi a Astrologia Natal e Psicológica. Para ler cada mapa astral, ela observa onde estavam os nove astros principais, além do sol e da lua, no segundo exato do nascimento do cliente. A partir disso, consegue identificar a personalidade da pessoa, quais são os temas básicos da vida dela, as tendências psicológicas, as qualidades, talentos, questões de relacionamento, desafios e oportunidades.

A partir disso, é possível analisar quais são as melhores decisões a tomar. “Outras áreas em que eu atuo são a vocacional, mostrando quais são os talentos e vocações da pessoa, mapas de relacionamento e astrocartografia”, afirma a astróloga.
Os mapas de relacionamento são feitos para casais que pretendem se entender melhor para viver melhor. “Primeiro faço o mapa de cada um individualmente, depois faço o mapa do casal, falando quais são suas fraquezas, afinidades, com o que eles devem tomar cuidado e quais são seus desafios”, explica. Já a astrocartografia é feita quando a pessoa deseja saber qual é o lugar do mundo mais adequado para ela morar, trabalhar, estudar e/ou ser bem sucedida.

O principal enfoque e objetivo da leitura do mapa astral é o autoconhecimento. Eunice explica que muitas pessoas não conseguem aceitar certas características pessoais e, quando olham para elas sob outro ponto de vista, fica mais leve. “Um exemplo é a questão de alcoolismo ou vício em drogas. Às vezes a pessoa chega aqui e eu vejo no mapa dela que ela tem propensão ao vício e à auto-destruição, e ela começa a dar mais atenção à isso, começa a pensar que ela não bebeu só porque estava mal, e ver que é um problema”, comenta Eunice.

Diferentemente dos trabalhos de horóscopo, feitos por jornais, revistas e sites, a astróloga explica que a leitura do mapa astral é diferenciada porque fala sobre uma pessoa específica: “O horóscopo é superficial, porque analisa somente a posição do sol, e o sol demora em média um mês para sair de cada signo. Eu analiso onze corpos celestes. Tem astrólogos que analisam até mesmo estrelas fixas”.

As consultas com Eunice duram em torno de duas horas, e devem ser agendadas por telefone. Sempre que é procurada, ela conversa com a pessoa para esclarecer o que é seu trabalho: “Muitas pessoas me pedem para ler a mão, prever o futuro. Eu falo para elas que este é outro tipo de trabalho e que eu não faço”, explica.

A melhor época para se fazer um mapa astral é perto do aniversário: “O aniversário de cada pessoa marca o começo de um novo ano para ela. Fazer o mapa astral nessa época dá uma amostra de como será seu próximo ano”, finaliza Eunice.

A astróloga possui uma Fan Page e um blog. Mais informações e agendamentos pelos telefones (65) 8123-0880 e (65) 9681-0888 ou por email: psicologica.astrologia@gmail.com.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet