Olhar Jurídico

Quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Notícias / Internacional

Programas Justiça ao Jovem e Mutirão Carcerário são apresentados na Argentina

CNJ

13 Jun 2013 - 15:43

O juiz auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Luciano Losekann está em Buenos Aires, na Argentina, onde vai apresentar as ações do Conselho voltadas ao aprimoramento dos sistemas socioeducativo e carcerário brasileiros. Na tarde desta quinta-feira (13/6), em palestra para representantes do Ministério Público Tutelar de Buenos Aires, o magistrado detalhará o Programa Justiça ao Jovem, que fiscaliza e monitora o atendimento, nos estados e no Distrito Federal, aos adolescentes em conflito com a lei.

Nesta sexta-feira (14/6) pela manhã, Luciano Losekann, que coordena o Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (DMF) do CNJ, terá reunião com representantes da Fundação Sur Argentina. Ele vai tratar da situação dos adolescentes em conflito com a lei no Brasil e dos detentos do sistema prisional, além das ações do CNJ. Na oportunidade, será discutida a possibilidade de uma ação conjunta do Conselho com a fundação argentina relativa a essas questões nos dois países.

A agenda do coordenador do DMF inclui ainda, na tarde de sexta-feira (14/6), uma palestra para representantes de organizações não governamentais argentinas. O tema da pauta é o mutirão carcerário que o CNJ desenvolve em todo o país para fiscalizar as condições do sistema prisional, as ações de reinserção social dos detentos e a tramitação dos processos judiciais.
Sitevip Internet