Olhar Jurídico

Domingo, 23 de fevereiro de 2020

Notícias / Política de Classe

Em disputa acirrada, mais de nove mil advogados devem escolher hoje o novo presidente da OAB-MT

Da Redação - Túlio Paniago

27 Nov 2015 - 08:08

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Em disputa acirrada, mais de nove mil advogados devem escolher hoje o novo presidente da OAB-MT
Após uma intensa campanha, o dia 'D' chegou. Hoje (27), todos os advogados adimplentes com a seccional de Mato Grosso da Ordem das Advogados do Brasil (OAB-MT), mais de 9 mil profissionais, deverão votar, das 9h às 17h, para a escolha da nova diretoria da entidade. A votação é obrigatória e acontece na sede da Ordem e nas 29 subseções. Confira a lista completa dos profissionais aptos a votar e os locais de votação

Leia mais:
Pesquisa aponta Leonardo Campos na liderança da disputa pela OAB; confira os números

Cinco concorrem à presidência; Cláudia Aquino (1), Leonardo Campos (2), Fábio Capilé (3), José Moreno (4) e Pio da Silva (5), e o eleitor deverá votar no número respectivo à chapa de cada um. Assim que encerrar o horário de votação, começa a apuração dos votos computados.  Na noite de quinta-feira, a Comissão Eleitoral cassou o registro da chapa de Campos acusado de abuso de poder, mas ele garante recorrer e seu nome estará em todas as urnas disponibilizadas para o pleito. 

Preparação

A expectativa da Comissão Eleitoral da OAB-MT é que a eleição flua da melhor maneira possível, sem registros de ‘boca de urna’ ou qualquer outro tipo de ilegalidade.

E, para garantir a eficácia, instalaram computadores na Galeria Silva Freire (localizada na sede da OAB-MT), demarcaram os locais para a identificação dos advogados e advogadas e realizaram treinamento dos colaboradores que trabalharão durante todo o dia.

Também foram instaladas as cabines de votação que abrigam 10 urnas eletrônicas na sede da entidade. Ao todo, foram cedidas, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), 100 urnas eletrônicas para as eleições institucionais.

Por conta disso, durante os dois dias que antecederam o pleito (25 e 26), o expediente na OAB-MT foi suspenso, funcionando apenas o protocolo em sistema de plantão.

Composição das Chapas

Os advogados aptos a votar deverão escolher entre as seguintes chapas para os cargos de presidente, vice-presidente, secretário-geral, secretário-geral adjunto e tesoureiro (na ordem de registro):

CHAPA 1 - “NOSSA ORDEM EM PROGRESSO”
Cláudia Aquino de Oliveira
Geandre Bucair dos Santos
Pedro Paulo Peixoto da Silva Junior
Juliana Moura Nogueira
Ronimarcio Naves

CHAPA 2 - “SOMOS TODOS OAB”
Fabio Arthur da Rocha Capilé
Ivanowa Raposo Quintela
Daniela Marques Echeverria
Paulo Clecio Ferlim
Ana Lucia Ricarte

CHAPA 3 - “ADVOGAR POR TODOS LIDERAR PELA ORDEM”
Leonardo Pio da Silva Campos
Flavio Jose Ferreira
Ulisses Rabaneda dos Santos
Gisela Alves Cardoso
Helmut Flavio Preza Daltro

CHAPA 4 - “ATITUDE NA ORDEM”
José Moreno Sanches Junior
João Vicente Scaravelli
Fabio Schneider
Ana Maria Sordi Teixeira Moser
Marcelo Zandonadi

CHAPA 5 - “OAB EM TRANSFORMAÇÃO”
Izonildes Pio da Silva
Adelina Neres de Sousa Campos
Bruno Jose Ricci Boaventura
Jose Naaman Khouri
Vera Lucia da Conceição Arruda

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Dr. Marcelo
    27 Nov 2015 às 10:00

    Infelizmente, estamos vendo uma eleição como as que estamos acostumados a ver para prefeito, governador, vereador, deputados...etc... Infelizmente hoje deveríamos ter uma eleição de CLASSE e com CLASSE, mas me sinto envergonhado por tudo que vi e estou vendo, porque única coisa que não consigo ver é a CLASSE dos que deveriam dar e agir com exemplo. Seria essa uma disputa para "administrar" um caixa de mais de 6 milhões anuais? seria uma disputa para ser fazer "aparecer" e com isso colher frutos lá na frente, com uma possível notoriedade e candidatura a cargos políticos ou mesmo nos tribunais? Infelizmente, a ganância reina, e fica registrada minha indignação com a CLASSE, que um dia senti orgulho de fazer parte e hoje me sinto ENVERGONHADO. Nessa, tivemos guerra de acusações, liminares....será que nas próximas teremos prisões? mortes? Pagarei multa por não votar, por não querer participar dessa farra em busca do poder $$. Ah, como eram boas as eleições para líder de classe e para presidência de grêmio estudantil. E viva o Brasil!

  • Advogada
    27 Nov 2015 às 08:40

    A CANDIDATURA CASSADA FOI DO LEONARDO CAMPOS E NÃO DO MORENO COMO ESTÁ NA NOTÍCIA QUE, A MEU VER, CARACTERIZA MAIS UM JOGO SUJO PARA INDUZIR OS ELEITORES A ERRO.

Sitevip Internet