Olhar Jurídico

Domingo, 13 de outubro de 2019

Notícias / Política de Classe

Advogados lançam manifesto e apontam irregularidades nas eleições

Da Assessoria

10 Dez 2015 - 14:48

Advogados que fazem parte do Movimento OAB Nossa Causa e Casa em Ordem lançaram hoje (09/12) um manifesto durante entrevista coletiva de imprensa realizada na sede da OAB/MT e fizeram uma série de denuncias ocorridas durante as últimas eleições da Ordem.

O Manifesto ressalta que todo processo das eleições verificou-se o escancarado uso da máquina em benefício próprio; a apropriação indébita de domínios de sítios em nome de adversários; a divulgação de pesquisa de intenção de voto em período vedado; a denúncia da inexistência de "Clínica de Saúde" na cidade de Rondonópolis e, agressiva boca de urna realizada no dia da eleição, tanto em Cuiabá quanto nas Subseções. O documento acrescenta que “por mais absurda e triste que possa ser, tal prática sendo conclamada por ex-presidente da OAB/MT, do alto de sua experiência e importância”.

Os advogados que fazem parte do movimento lançaram o manifesto no dia 9 de dezembro, por essa ser a data criada pela Nações Unidas em 2003 para combater a corrupção no mundo. Assim, foi lançado também abaixo-assinado, que estará disponível no sítio eletrônico e mídias sociais, para posterior remessa ao CONSELHO FEDERAL DA OAB, no intuito de resguardar a imagem e a importância da OAB.

O Manifesto está no sítio da Avaaz, recolhendo assinaturas de apoio à causa:

https://secure.avaaz.org/po/petition/CONSELHO_FEDERAL_DA_ORDEM_DOS_ADVOGADOS_DO_BRASIL_Que_seja_mantida_a_cassacao_da_chapa_3_nas_Eleicoes_OABMT/?ndNJCib

Veja o manifesto completo:

MANIFESTO

O Movimento OAB Nossa Causa nasce, em janeiro de 2015, da insatisfação de advogadas que colaboraram efetivamente em diversos órgãos da OAB Seccional Mato Grosso e, insatisfeitas com a apatia da Ordem dos Advogados do Brasil – Federal e Estadual, ante os graves escândalos de corrupção no País e no Estado de Mato Grosso, entenderam a necessidade de se discutir a fundo os problemas da entidade classista.



Assim, em 17 de agosto de 2015 lançou a Carta de Princípios e Diretrizes no Fórum da Capital, documento este que entre outras bandeiras preza pela INDEPENDÊNCIA político/partidária dos Conselheiros Diretores da Ordem; TRANSPARÊNCIA nas contas durante a campanha eleitoral, e posteriormente, na administração da entidade, entre outras.

Primando pelo resgate da importância histórica da OAB, em 11 de setembro de 2015 apresentou pedido à OAB Seccional Mato Grosso, antes da publicação do Edital 04/2015, que dispõe sobre as eleições, requerendo, em suma, a vedação do abuso de poder político e econômico, a punição à prática da “boca de urna” e que os candidatos não se utilizassem da “máquina” da instituição no processo eleitoral, requerimento este veiculado pelas mídias sociais e sites de notícia locais.

Em suma, pretendia-se e pretende-se, que a OAB/MT dê o exemplo que tanto cobra da porta para fora.

Ocorre que, da porta para dentro, muito precisa ser mudado.

No entanto, com imenso pesar verificou-se o escancarado uso da máquina em benefício próprio; a apropriação indébita de domínios de sítios em nome de adversários; a divulgação de pesquisa de intenção de voto em período vedado; a denúncia da inexistência de "Clínica de Saúde" na cidade de Rondonópolis e, por fim, a agressiva boca de urna realizada no dia da eleição, tanto em Cuiabá quanto nas Subseções e, por mais absurda e triste que possa ser, tal prática sendo conclamada por ex-presidente da OAB/MT, do alto de sua experiência e importância.

Por toda a história da OAB, por respeito ao juramento realizado quando do ingresso na Ordem, pela moralidade e pela legalidade, é que o Movimento OAB NOSSA CAUSA conclama os advogados e a sociedade, que auxiliem, porque à OAB deve-se todo o respeito e toda a honra, porque sem ela, não se tem mais esperança de um Brasil melhor.

Para que a legalidade e a ética prevaleçam lança-se neste momento abaixo-assinado, que estará disponível no sítio eletrônico e mídias sociais, para posterior remessa ao CONSELHO FEDERAL DA OAB, no intuito de resguardar a imagem e a importância da entidade.
Sitevip Internet