Olhar Jurídico

Domingo, 23 de fevereiro de 2020

Notícias / Criminal

MPE consegue direito de recorrer ao STJ para reabrir ação contra Maggi no "Escândalo dos Maquinários"

Da Redação - Lázaro Thor Borges

18 Abr 2016 - 17:08

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Senador Blairo Maggi (PR)

Senador Blairo Maggi (PR)

O Ministério Público Estadual (MPE) conseguiu o direito de recorrer no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para reabertura de um processo de improbidade administrativa contra o senador Blairo Maggi (PR). O ex-governador foi acusado de participação no esquema de corrupção conhecido como “Escândalo dos Maquinários”.

Leia mais: 
Corrupção, formação de quadrilha e crimes de responsabilidade; confira a ficha dos deputados de MT que votaram pelo impeachment

O recurso foi aceito pela vice-presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Clarice Claudino, na última quarta-feira (13). O MPE já havia recorrido duas vezes com um pedido que buscava anular a sentença emitida pela juíza Célia Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá. Na época, Maggi foi inocentado com a decisão de extinção do processo proferida pela magistrada.

No novo pedido, o MPE pede que o caso seja levado ao STJ para que a corte decida se ação pode ou não ser extinta por conta do julgamento realizado na Vara de Ação Civil Pública, em abril de 2014.

Ao deferir o recurso, a desembargadora Clarice Claudino, argumentou que pelo fato de a ação questionar o entendimento da juíza não os fatos relatados no episódio, o pedido preenche os requisitos para que seja encaminhado ao STJ.

Escândalo dos Maquinários


Maggi foi acusado de participar de um esquema de corrupção conhecido como “Escândalos dos Maquinários” que causou um dano de mais de R$44 milhões. O ex-governador, no entanto, passou de réu para testemunha ao ser absolvido pelo juiz federal Julier Sebastião. Em sua decisão, o magistrado alegou que Maggi provou não ter conhecimento das fraudes.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ornella Castrilon
    19 Abr 2016 às 16:17

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • ornitologo
    19 Abr 2016 às 11:47

    Chantagedo, o que o Blairo temia chegou. Apesar do seu esforço em trair e ser desleal com o governo Lula/Dilma sua ficha já esta na mesa da Policia Politica.... como diz a musica popular: "quem muito abaixa mosta a ......". Lamentavel.

  • Alberto Fugimori
    19 Abr 2016 às 08:33

    maior grileiro de terras publicas do estado de mato grosso.

  • gomes
    19 Abr 2016 às 07:52

    Se escrafunchar vai ver que esse também merece um impeachment.

  • Jotapeh
    19 Abr 2016 às 07:15

    Pelo menos uma vez quero acreditar na justiça. Que pague pelo que fez. Toda a roubalheira dos últimos tempos em MT ganhou forças a partir da impunidade (até hje) desta e de outros escândalos.

  • damiao
    19 Abr 2016 às 04:36

    Silval está com saúde de vc nm o condomínio fechado, seu parceiro.

  • Lenise Japa
    19 Abr 2016 às 00:35

    Engracado, Lula tbm nao sabia de nada mas esta sendo invesigado. Foi mto facil inocentarem este senhor. Tem que reabrir o caso e mostrar a verdade.

  • Alejandro Quinhonez
    18 Abr 2016 às 23:16

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • jose de souza
    18 Abr 2016 às 21:03

    E AGORA JOSÉ, VAI NADA

  • amiga
    18 Abr 2016 às 19:07

    É Maggi seu dia está chegando

Sitevip Internet