Olhar Jurídico

Terça-feira, 17 de setembro de 2019

Notícias / Política de Classe

Senado pede encaminhamento a impeachment de Gilmar Mendes: 'série inconcebível de libertações'

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

13 Jun 2018 - 11:10

Foto: Rogério Florentino/OlharDireto

Senado pede encaminhamento a impeachment de Gilmar Mendes: 'série inconcebível de libertações'
O senador da República Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apresentou questão de ordem na sessão plenária desta terça-feira (12) para que seja dado encaminhamento aos pedidos de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o mato-grossense Gilmar Mendes recebidos pelo Senado. 

Leia mais:
Pleno do TJ julga nesta quinta pedido de liberdade de Savi; deputado pede que MP se retrate

Randolfe leu uma lista com nove razões que fundamentam o pedido de impeachment e que demonstrariam que Gilmar "sistemática e reiteradamente abusa do cargo e das funções que exerce, cometendo inúmeras vezes os crimes de responsabilidade”.

Em complementação à questão de ordem, o senador Lasier Martins (PSD-RS) voltou a criticar a condição de relator assumida por Gilmar Mendes em matéria na qual, segundo o parlamentar, o ministro deveria se declarar impedido. Trata-se do julgamento da suspensão do voto impresso nas eleições de outubro, uma vez que o ministro já foi presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Lasier também destacou a “série inconcebível de libertações de presos” promovidas por Gillmar Mendes e pediu mais esclarecimentos sobre o encaminhamento das denúncias.

"Essa questão de ordem se justifica porque há um clamor com relação às decisões do ministro Gilmar Mendes. Nós sabemos que há uma série de pedidos de impeachment na Mesa do Senado, mas não sabemos qual é o conteúdo e quais os despachos que vêm sendo recebidos. E queremos saber se a decisão cabe ao presidente do Senado ou à Mesa do Senado, com possibilidade de recurso", afirmou.

O senador João Capiberibe (PSB-AP) manifestou apoio à questão de ordem em razão do “questionamento que se faz na sociedade brasileira sobre esse comportamento” dos ministros do Supremo.

23 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Carlos Rodrigues
    15 Jun 2018 às 07:14

    Que imagem negativa para a imagem do meu estado.

  • Muito loco.
    14 Jun 2018 às 15:16

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • celina
    14 Jun 2018 às 12:54

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ex- eleitor de Taques
    14 Jun 2018 às 11:32

    Esse tem que ser afastado imediatamente, não te escrúpulos, tem que ser afastado

  • Antonio César
    14 Jun 2018 às 08:17

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Antonio César
    14 Jun 2018 às 08:17

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • pedalada
    14 Jun 2018 às 08:05

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • NOE MONTEIRO DE BARROS
    14 Jun 2018 às 07:53

    O Ministro está atuando, como advogado do diabo.

  • L Bosco.
    14 Jun 2018 às 06:43

    Não quero ser do contra. Mas dizer que só agora se pensaram em retirar esse Ministro, francamente. Todos sabemos que até o denserolar de todo processo, e com a troca de governo. Troca-se ministros também. Então, não venham querer enganar ninguém com essa conversa de Merchant para a próxima eleição. Deixa do jeito que está, que ele sairá mais rápido, Ao invés de um impeachment . Que sairia o resultado em 2050 e por aí vai.

  • VATICANO
    14 Jun 2018 às 04:52

    SÓ CANONIZANDO ELE PARA SUMIR DO SUPREMO.

Sitevip Internet