Olhar Jurídico

Domingo, 26 de janeiro de 2020

Notícias / Administrativo

Empossado há sete meses, Maluf protocola 'interesse' em ser presidente do TCE

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

01 Out 2019 - 15:40

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Empossado há sete meses, Maluf protocola 'interesse' em ser presidente do TCE
Empossado há exatos sete meses no Tribunal de Contas do Estado (TCE), o conselheiro Guilherme Maluf encaminhou, nesta segunda-feira (30), um requerimento endereçado à presidência da corte, manifestando o desejo de exercer o cargo de presidente no próximo biênio.

Leia também
Botelho recebe LOA, mas rejeita tramitação conjunta com LDO para evitar contradição


No documento, Maluf citou a regra prevista no art. 11, §3º, da Resolução Normativa nº 14/2007, do Regimento Interno do TCE, para ser candidato à presidência da corte, tem eleição marcada para a primeira sessão ordinária do mês de novembro.

“Em atenção à regra prevista no art. 11, §3º, da Resolução Normativa nº 14/2007 (RITCEMT), venho por meio do presente, manifestar meu interesse em exercer o cargo de Presidente deste Tribunal no próximo biênio”, diz o documento assinado por Maluf.

Único conselheiro titular em exercício, além do atual presidente Domingos Neto, que não pode se reeleger, Maluf, que deixou o cargo de deputado estadual e o PSDB, seu antigo partido, neste ano, tem grande chances de assumir a presidência.

Em 2017, os conselheiros titulares Valter Albano, Antônio Joaquim, José Carlos Novelli, Waldir Júlio Teis e Sérgio Ricardo foram afastados pelo Supremo Tribunal Federal (STF), após serem citados na delação do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa  como beneficiados com um esquema de corrupção.

O ex-deputado, que já ocupou inclusive a presidência do Poder Legislativo estadual, foi escolhido para vaga de conselheiro pelo Colégio de Líderes da Assembleia Legislativa, entre seis indicados, no dia 20 de fevereiro deste ano.

No dia seguinte, em sessão extraordinária na Assembleia Legislativa, o nome de Guilherme Maluf foi aprovado, após sabatina, para ocupar a vaga deixada por Humberto Bosaipo, condenado no fim do ano passado por lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos quando ocupava cadeira na Assembleia Legislativa.

A vaga estava travada há mais de três anos e só foi liberada pela Justiça no início de 2019.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Joaquim Melo
    02 Out 2019 às 08:23

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Gladston
    02 Out 2019 às 07:56

    Para quem já teve aqueles dois petralhas na presidência da república, um outro "sem condições" na presidência do TCE, não é nada!

  • claro
    02 Out 2019 às 07:15

    Será cassado, ou afastado e o seu antecessor será recolocado como presidente ! FATO.

  • Isabel Romangliano
    02 Out 2019 às 06:07

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Nonato
    02 Out 2019 às 06:07

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Dona Mariquinha do Verdão!
    01 Out 2019 às 20:48

    Ta acabado este mundo...DeosmiLivre!!!

  • KLF - Cético
    01 Out 2019 às 17:45

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet