Olhar Jurídico

Domingo, 23 de fevereiro de 2020

Notícias / Geral

Investigação sobre verba secreta do Gaeco é encaminhada ao Tribunal de Contas do Estado

Da Redação - Vinicius Mendes

26 Nov 2019 - 17:00

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Investigação sobre verba secreta do Gaeco é encaminhada ao Tribunal de Contas do Estado
O procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, afirmou que as apurações sobre o desvio de finalidade na utilização de verbas secretas do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) estão sendo feitas pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT). O chefe do Ministério Público de Mato Grosso ainda afirmou que uma resposta sobre este caso só deve vir no ano que vem.
 
Leia mais:
Rodobens é condenada a ressarcir parcelas a cliente que alegou atraso em entrega de imóvel
 
O cabo da Polícia Militar, Gerson Corrêa, em sua oitiva na 11ª Vara Especializada da Justiça Militar do Estado de Mato Grosso, no último mês de julho, no caso da Grampolândia Pantaneira, acusou promotores do Gaeco de desvio de finalidade na utilização de "verbas secretas".
 
Segundo o militar o dinheiro teria sido utilizado pelo promotor Célio Wilson para pagar o conserto de uma moto e pelo promotor Marco Aurélio para a compra de rastreadores. De acordo com Gerson, notícias de apropriação da “verba secreta” e desvios de finalidade na aplicação sempre foram assuntos cogitados e comentados nos corredores do Gaeco.
 
No mesmo mês em que estas acusações foram feitas o procurador-geral José Antônio Borges determinou a instauração de procedimento administrativo para investigar possível ocorrência de desvio de finalidade na utilização de "verbas secretas" do Gaeco, no período compreendido entre o segundo semestre de 2015 e o primeiro semestre de 2016.
 
Ao Olhar Jurídico o procurador-geral afirmou que as investigações sobre este caso ainda não acabaram. Ele afirmou que, a pedido do Ministério Público, o Tribunal de Contas do Estado está apurando possíveis irregularidades.
 
“Sobre a verba secreta, nós encaminhamos ao Tribunal de Contas, então é o TCE-MT que está verificando isso. Ainda não nos mandou o resultado, mas eles ficaram aqui alguns dias colhendo informações, e é o TCE quem vai dizer se esta verba foi bem utilizada ou não. Então nós pedimos, provocamos o Tribunal de Contas, foi deferida esta diligência pelo conselheiro que cuida das nossas contas, então está lá, ainda não temos a resposta sobre isso, vai ficar para o ano que vem”, afirmou.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • benedito costa
    26 Nov 2019 às 17:29

    Vish! até no GAECO tem verba secreta? não sei mais em quem cofiar.

Sitevip Internet