Olhar Jurídico

Domingo, 16 de fevereiro de 2020

Notícias / Geral

Governo de Mato Grosso teme quebra do Pacto Federativo e pede Fávaro no Senado

Da Redação - Arthur Santos da Silva

08 Jan 2020 - 12:24

Foto: Reprodução

Governo de Mato Grosso teme quebra do Pacto Federativo e pede Fávaro no Senado
O governo de Mato Grosso pediu no Supremo Tribunal Federal (STF) que o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) seja empossado na vaga da senadora cassada, Selma Arruda (Pode). O pedido, segundo argumentado, objetiva impedir que MT fique sem um dos seus três senadores.

Leia também 
TRE sinaliza final de abril como possível data para eleição suplementar ao Senado

 
Requerimento consta em Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental protocolizado na terça-feira (7). Conforme o pedido, não conduzir Fávaro ao lugar de Selma “expõem o Estado de Mato Grosso à quebra do Pacto Federativo em decorrência da perda de sua representatividade no sistema legislativo”.
 
Em sede liminar, Mato Grosso pede que a vaga de Selma seja preenchida interinamente pelo candidato mais bem votado nas eleições, Carlos Fávaro. O mérito da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental visa confirmar a liminar, firmando jurisprudência.  
 
Assinam o requerimento no STF, além do governador Mauro Mendes (DEM), o procurador-geral do estado, Francisco de Assis da Silva Lopes, o subprocurador-geral, Carlos Antonio Perlin, e o procurador André Xavier Ferreira Pinto.
 
Cassação
 

O Plenário do TSE negou, em sessão de dezembro, o recurso da senadora Selma Arruda e manteve decisão do TRE pela cassação do diploma pela prática de abuso do poder econômico e arrecadação ilícita de recursos nas eleições de 2018.

A decisão foi estabelecida por maioria, com seis votos a um. Apenas Edson Fachin votou por reverter a cassação. O relator determinou a execução imediata do julgado. A corte ainda determinou a realização de uma nova eleição, impedindo a diplomação do terceiro colocado no pleito de 2018, o ex-vice-governador Carlos Fávaro.
 
Possíveis nomes na disputa são Cidinho Santos, Eduardo Botelho, Carlos Fávaro, o Pedro Taques, Júlio Campos, Nilson Leitão, Adilson Sachetti, Victório Galli, Carlos Abicalil, Lúdio Cabral, Max Russi, e Dilmar Dal'Bosco.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Tiago
    09 Jan 2020 às 06:50

    Pouca vergonha ! Quer a vaga no tapetão! Não representa o estado, para ter uma cadeira no senado tem que ser o mais votado e pronto, caso ao contrário novas eleições.

  • lazara
    08 Jan 2020 às 23:37

    Isso e uma piada lkkkk

  • JUSCILAINE
    08 Jan 2020 às 17:34

    ESSE SUJEITO QUE POR TODA LEI SER SENADOR, QUER GANHAR NO TAPETAO, ESPERA DIA 26/04 PRA VE A TACA QUE VAI GANHAR. SER HUMANO ARROGANTE E METIDO SE ACHA A ULTIMA BOLACHA DO PACOTE. FORA FAVARO.............

  • Raimundo Severino.
    08 Jan 2020 às 17:17

    SOU A FAVOR DO FAVARO ASSUMIR ESSA VAGA. pOR UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA. FOI O 3º COLOCADO. DISPENSARIA TER OUTRA ELEIÇÃO,E TER MAIS GASTOS, E SUJEIRAS NAS RUAS,SEM CONTAS COM BAIXARIAS. POR TANTO PELA LÓGICA A VAGA É DELE (FAVARO).

  • Zeca
    08 Jan 2020 às 15:13

    Que pouca vergonha, a constituição e as leis eleitorais dizem que só pode assumir quem foi eleito! Logo estão querendo burlar as leis, por interesse próprio!

  • DOMINGOS SANTANA DA CRUZ
    08 Jan 2020 às 14:07

    MATO GROSSO TEME PERDER PACTO FEDERATIVO, E COLOCANDO UM SENADOR QUE NÃO FORA ELEITO PELA POPULAÇÃO RESOLVE O PROBLEMA, POIS ELE NÃO FORA APROVADO PELOS MATO GROSSENSES.

  • Marcos balboa
    08 Jan 2020 às 13:37

    Ele SABE QUE HOJE NAO GANHA NEM PRA SINDICO DE PRÉDIO E ESSA É UNICA OPORTUNIDADE KKKKK

  • alexandre
    08 Jan 2020 às 13:34

    A PGE não pode defender interesse individual... quem ocupa cargo é a pessoa, não o Estado....

  • João
    08 Jan 2020 às 13:33

    Eu concordo que seja o FAVARO ao Senado até porque foi por causa dele que tirou a vaga da Senadora Selma aí agora vai aparecer todas as falcatruas dele da época da Sema e companhia Ltda Outra coisa nao tem nem 10 % dos votos que teve na eleição que disputou

  • Crítico
    08 Jan 2020 às 12:44

    Se for relator Gilmar Mendes será empossado $$$$

Sitevip Internet