Olhar Jurídico

Quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Notícias / Criminal

Juiz autoriza parcelamento de fiança arbitrada contra empresário preso após morte no Alphaville

Da Redação - Arthur Santos da Silva

04 Ago 2020 - 07:34

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Juiz autoriza parcelamento de fiança arbitrada contra empresário preso após morte no Alphaville
O juiz Jorge Bosco Soares, da Décima Vara Criminal de Cuiabá, autorizou parcelamento da fiança arbitrada contra o empresário Marcelo Martins Cestari, pai da jovem acusada de causar o tiro supostamente acidental em face da adolescente Isabele Guimarães Ramos, 14 anos, que morreu no Condomínio Alphaville, em Cuiabá.

Leia também
Advogado cita patrimônio e critica fiança de R$ 52 mil: 'poderia ser fixada em valor superior'


A fiança, estipulada em R$ 52 mil, será paga e duas parcelas. Segundo o juiz João Bosco, a primeira vence no dia 10 de agosto e a segunda também em agosto, porém, no dia 17.
 
O parcelamento entende alegações de crise. O empresário argumenta  que seu negócio está passando por severa dificuldade de liquidez financeira em período de pandemia, alcançando prejuízo de R$ 636 mil em 2020.
 
No dia da ocorrência, a polícia encontrou sete armas de fogo na residência de Cestari, das quais duas não contavam com o devido registro, motivo pelo qual houve voz de prisão. A fiança inicial foi estipulada em R$ 1 mil. Em um segundo momento o valor chegou a R$ 209 mil, mas foi suspenso em decisão do Tribunal de Justiça (TJMT).

A nova fiança de R$ 52 mil foi estabelecida após a defesa do empresário ter chance de se defender no processo.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet