Olhar Jurídico

Sábado, 28 de novembro de 2020

Notícias / Civil

Emanuel processa Fábio Garcia e pede indenização de R$ 50 mil por danos morais

Da Redação - Arthur Santos da Silva

20 Out 2020 - 15:52

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Emanuel processa Fábio Garcia e pede indenização de R$ 50 mil por danos morais
Prefeito de Cuiabá em busca de reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB) propôs ação de indenização no valor de R$ 50 mil, por danos morais, em face do ex-deputado federal e atual presidente estadual do Democratas, Fábio Garcia.

Leia também 
Juiz determina retirada de tornozeleira de suposto membro de organização criminosa de Arcanjo

 
Segundo o processo, em 14 de outubro, durante entrevista, Fábio Garcia difamou Emanuel publicamente, “acusando e denegrindo a imagem do mesmo”. O ex-deputado teria afirmado, conforme ação, que Emanuel Pinheiro é corrupto e está envergonhando Cuiabá.
 
A citada entrevista foi reproduzida pelo Olhar Direto sob o título: “Garcia diz que França está disposto a tirar do poder ‘prefeito corrupto que está envergonhando Cuiabá’”. Na matéria, Garcia minimizou os resultados de algumas pesquisas eleitorais e exaltou a candidatura de Roberto França (Patriota).
 
“O Autor, mesmo que seja uma figura pública, não pode sofrer esses tipos de ataques criminosos por parte do requerido. Deve haver uma punição para casos como esse”, afirma o advogado de Emanuel, Francisco Faiad. “Tal ato de calunia e difamação não deve ficar impune, devemos proteger nossas leis vigentes e não podemos deixar que ninguém fique acima da aplicação da lei”, prossegue Faiad.
 
Na ação, o advogado de Emanuel pede a condenação de Fábio Garcia pelos danos morais causados no montante de R$ 50 mil. Ação foi proposta nesta terça-feira (20).

Comentários no Facebook

Sitevip Internet