Olhar Jurídico

Domingo, 22 de maio de 2022

Notícias | Criminal

processo arquivado

Associação de Mulheres Juristas diz que promotora acusada de desvio foi alvo de sexismo

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Associação de Mulheres Juristas diz que promotora acusada de desvio foi alvo de sexismo
A Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídicas de Mato Grosso emitiu nota nesta quinta-feira (20) em defesa da promotora Solange Linhares Barbosa acusada injustamente de desviar recursos de 13 Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) formalizados pelo Ministério Público de Mato Grosso (MPMT). 

Leia mais: 
Conselho do Ministério Público arquiva investigação contra promotora acusada de desviar R$ 985 mil em TACs


A investigação contra Solange foi arquivada em reunião do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) realizada no dia 6 de dezembro do ano passado. Os procuradores do conselho entenderam que durante a apuração não se vislumbrou qualquer prática de ação em benefício próprio. 

Na nota, a ABMCJ-MTdefende que Solange foi alvo de machismo quando a denúncia foi protocolada, tendo sua imagem manchada na imprensa local. A Associação destacou que outros homens também foram denunciados no procedimento, mas a promotora foi a principal atingida no decorrer do processo. 

"Não houve comprovação de má-fé, dolo ou enriquecimento ilícito que levassem à instauração de uma ação de improbidade, ficando comprovado ainda que os recursos favoreceram comunidades indígenas em projetos sociais, além disso, o Procurador Geral de Justiça pediu ao Tribunal de Justiça a rejeição da denúncia com relação aos os acusados e a acusada, tendo em vista que as provas supervenientes demonstraram a inexistência de justa causa para o prosseguimento da ação na esfera penal", diz trecho da nota. 

"A ABMCJ-MT se solidariza com Solange Linhares Barbosa e repudia a utilização de termos desnecessários, impróprios e sexistas, bem como toda forma de avaliação moral e comportamento pessoal de qualquer mulher de carreira jurídica que seja alvo de investigação", completou. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet