Olhar Jurídico

Sábado, 13 de julho de 2024

Notícias | Geral

luto no judiciário

Morre o desembargador aposentado Paulo Lessa

Foto: Arquivo TJ-MT

Morre o desembargador aposentado Paulo Lessa
O desembargador aposentado Paulo Lessa morreu aos 74 anos na manhã desta quarta-feira (19). Conforme apurou a repotagem, ele teria sofrido uma parada cardiorrespiratória.


Por meio de nota, o governo do Estado lamentou a morte do desembargador. O governador Mauro Mendes (União) desejou conforto aos familiares.

"Com pesar, recebi há pouco a notícia do falecimento do desembargador Paulo Lessa, que contribuiu não apenas com o Poder Judiciário, mas também com o Executivo, na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos. Eu e minha esposa, Virginia, pedimos que Deus dê forças e conforto aos corações enlutados", manifestou o governador Mauro Mendes. 

Paulo Lessa atuou como magistrado desde 1979, passando pelas comarcas de Alto Garças, Rondonópolis e Cuiabá. Em 1992, por critério de merecimento, tomou posse como desembargador, chegando a atuar como corregedor-geral e presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Sua gestão foi marcada por importantes avanços no Judiciário, como a implantação das varas de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

Entre 2011 e 2013, Paulo Lessa também atuou como secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh).

Também por meio de nota, o TRE-MT lamentou o falecimento do desembargador aposentado. Lessa atuou como presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) e corregedor-geral de Justiça. No TRE-MT, exerceu os cargos de presidente, vice-presidente e corregedor, além de juiz eleitoral e ouvidor eleitoral, contribuindo significativamente para a transparência e integridade do processo eleitoral no Estado. "Neste momento de tristeza e perda, o TRE-MT presta suas condolências aos familiares e amigos do desembargador Paulo Lessa, e reconhece sua inestimável contribuição ao Judiciário mato-grossense e à justiça eleitoral", diz a manifestação do tribunal.
 
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, também se manifestou. "É com pesar que recebemos notícia do falecimento do ex-desembargador Paulo Lessa, 74 anos, que fez grandes feitos no Poder Judiciário de Mato Grosso", lamentou o parlamentar. "Neste momento de dor, me solidarizo com a família do desembargador e espero que Jesus conforte o coração dos amigos e familiares", completou.

As informações sobre velório e enterro ainda serão divulgadas.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet