Olhar Direto

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Ciência & Saúde

MT Hemocentro quer aumentar volume de doação de sangue no período de férias

Da Redação/Com Assessoria

19 Jan 2009 - 14:12

O MT Hemocentro, Unidade Desconcentrada (UD) da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES/MT) responsável pela política de controle e reposição dos estoques de sangue no Estado, está convidando pessoas que queiram doar sangue a comparecerem à sua sede, à Rua Treze de Junho, número 1.055, no bairro do Porto, na Capital, de segunda a sexta-feira, de 7 às 17h30 e, aos sábados, de 7 às 12h00, para fazê-lo. A doação pode ser feita, também, no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, à Rua General Valle, sem número, no Centro de Cuiabá, no horário comercial.

A diretora do MT Hemocentro, Eliana Rabani, explicou o motivo do convite. “Precisamos manter regulado o estoque de Concentrado de Plaquetas, que é extraído do sangue e que tem uma durabilidade de apenas 05 dias para uso útil. O Concentrado de Plaquetas é muito solicitado para socorrer pessoas acidentadas, com problema de coagulação sanguínea ou portadoras de Leucemia. A quantidade média de sangue necessária para manter regulado o nosso estoque é de 60 bolsas/dia. Nas férias esse número cai mais de 50%, trazendo preocupação”, disse a diretora.

A Assistente de Captação de Doadores do MT Hemocentro, Rita de Cássia Auxiliadora da Silva, acrescentou que “nessa época do ano os nossos doadores fidelizados estão, na sua maioria, de férias. O mesmo acontece com nossos parceiros, como as Universidades, as escolas e empresas, que diminuem suas atividades com as férias de final de ano e início do ano seguinte. Esses fatores fazem com que o estoque, principalmente de concentrado de plaquetas sanguíneas, fique perigosamente baixo”.

O problema, segundo Rita de Cássia, é que justamente nessa época de férias aumenta o perigo de acidentes que fazem aumentar a demanda por bolsas de sangue.

Outro fator que aumenta a necessidade de doadores no período de férias é o curto tempo de validade do concentrado de plaquetas. “Cada bolsa de sangue pode ser dividida em quatro componentes: concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas, o plasma e concentrado de crio - precipitados (por isso dizemos que quem doa sangue pode salvar até quatro vidas). Dos quatro componentes o que têm menor vida útil, e que é um dos mais solicitados, é o concentrado de plaquetas”, explicou Eliana Rabani.

Segundo a Diretora, a partir do momento em que é separado dos outros componentes do sangue, o concentrado de plaquetas tem cinco dias de vida útil. Dois dias desse tempo é tomado para se fazer os exames de tipo sanguíneo e Fator RH, testes de Hepatite B e C, de HIV, de Sífilis, de Doença de Chagas, de HTLV I e II e a Eletroforese de Hemoglobina, restando apenas três dias para que o concentrado possa ser usado. “Daí a necessidade de constantes doações de sangue que possam manter o estoque dentro dos níveis necessários”, explicou Eliane Rabanne.

QUEM PODE DOAR - O doador de sangue deverá ser voluntário, estar com boa saúde, bem alimentado e descansado. O interessado precisa pesar mais de 50 kg, ter entre 18 e 65 anos, evitar ingerir alimentos gordurosos durante o período de pelo menos quatro horas antes da doação, não apresentar nenhum tipo de doenças, inclusive gripe ou resfriado, hepatite, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e não tenha feito nenhuma cirurgia num período anterior há um ano.

“O ato de doar é simples e dura menos de dez minutos. Algum desconforto pode ser causado pela punção da agulha e alguns doadores podem sentir-se desconfortáveis pela ansiedade. É importante desmistificar a idéia de que doar engrossa o sangue, engorda ou emagrece, atrapalha o desempenho sexual ou torna o indivíduo "habituado" obrigando-o a doar sempre. O sangue doado é rapidamente recuperado pelo organismo, num tempo máximo de vinte e quatro horas após a doação”, afirmou a Diretora do MT Hemocentro.

A doação de sangue pode ser feita de três em três meses para mulheres, e de dois em dois meses para homens, respeitando a freqüência máxima admitida de quatro doações em 12 meses, para homens, e três doações em 12 meses para as mulheres.

Doar sangue, não implica em nenhum risco a saúde, pois o material utilizado é descartável, evitando assim qualquer tipo de contaminação. O doador deverá apresentar um documento de identificação e não estar em jejum no ato da doação.

IMPEDIMENTOS À DOAÇÃO – Não podem doar sangue pessoas que estejam gripados ou com febre, tenham feito tatuagem, piercing ou acupuntura nos últimos 12 meses. Mulheres grávidas, ou que amamentam, pessoas que tenham ingerido bebida alcoólica 12 horas antes da doação, que sejam portadores de Hepatite B e C ou tenham tido alguma Doença Sexualmente Transmissível (DST) nos últimos 12 meses estão impedidos temporariamente de fazer doação de sangue.

Já os que tenham tido Hepatite após os 10 anos de idade, tenham tido Doença de Chagas ou Hanseníase, sejam portadores de doenças crônicas cardíacas, renais, câncer, sejam portadores do vírus HIV I e II, AIDS, HTLV I e II, sejam usuários de drogas injetáveis ou aspiradas ou seja homens e mulheres com múltiplos parceiros sexuais e que tenham relação sexual sem preservativo estão impedidos definitivamente de doar sangue.
Sitevip Internet