Olhar Direto

Sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Notícias / Ciência & Saúde

Perícia Médica realizou aproximadamente 13 mil atendimentos em 2008

Da Redação/Com Assessoria

17 Jan 2009 - 12:03

Agilidade, qualidade e respeito no atendimento ao servidor público estadual. Com essas premissas, a Perícia Médica de Mato Grosso, coordenadoria ligada a Secretaria de Estado de Administração (SAD), realizou 12.902 atendimentos em 2008, mantendo o ritmo alcançado em 2007, depois da implantação do agendamento via Disque-Servidor, ação que conferiu mais eficiência ao serviço prestado pelo Poder Executivo Estadual.

O Coordenador de Perícia Médica, Avelino Caetano da Silva, lembrou que antes da implantação do agendamento via Disque-Servidor, a coordenadoria não tinha gestão sobre os números de atendimentos realizados e muitas vezes não alcançava a eficiência na prestação do serviço. “Hoje nós podemos dizer que somos capazes de atender toda a demanda que chega a Coordenadoria. Isso se deve ao fato do agendamento ser de extrema eficácia. Antes o servidor tinha que esperar na fila para conseguir sua senha, porém com o novo sistema ele fica sabendo de antemão o dia e horário em que será atendido. Nas Gerências Regionais, não é diferente. O atendimento é imediato”.

O secretário de Administração, Geraldo de Vitto Jr, explicou que o atendimento personalizado, reunindo atenção e objetividade de forma a valorizar o servidor público, otimizando seu tempo, oferecido pela Perícia, sempre foi objetivo da gestão Maggi. “A parceria do Disque-Servidor com a Perícia Médica só foi adotada na certeza de que o serviço é eficiente e poderia atender as necessidades dos servidores públicos e dos ingressos no setor público, pois os aprovados nos concursos públicos do executivo precisam passar por exames na Perícia”.

A servidora Brígida Moraes Maciel exprimiu sua felicidade ao lembrar do atendimento prestado pelos servidores da Perícia. “Em um ano eu precisei realizar duas consultas, e nas duas oportunidades eu classificaria o atendimento como excelente. Os atendentes foram pacientes, educados e me deram todas as informações que eu precisava. Fico grata por ver que o governo está conseguindo prestar serviços de qualidade aos seus cidadãos”, exclamou a servidora.

ATENDIMENTO – Os dados revelam que os servidores que mais procuraram a Perícia em 2008 são os da Secretaria de Educação (Seduc), de Saúde (SES), Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil (PJC). Segundo Avelino, estes números mostram que a natureza do trabalho desses profissionais é o que mais contribui para que eles estejam sempre entre os que mais procuram a Perícia.

“A Seduc sempre está em 1º lugar nas estatísticas não só pela natureza do trabalho, quer sejam administrativos ou professores. Esses por passarem muito tempo em pé e pelo uso constante voz são acometidos de vários problemas, entre eles ortopédicos e nas cordas vocais, e ainda por ser o órgão com mais servidores entre todos os órgãos do Governo (são mais de 30 mil servidores)”, informou Avelino.

O número de servidores da Seduc atendidos representa 48,82% do total de atendimentos; seguido pela PM com 16,36% e SES, com 10,90%. O relatório/2008 revela ainda que tramitaram pelo órgão 1.314 processos e documentos, sendo que 1.220 destes foram documentos recebidos para diversos fins, 794 enviados, 354 arquivados e 43 apensados ou juntados a processo já existentes.

TECNOLOGIA - Atualmente o sistema de agendamento e emissão de laudos periciais está sendo operacionalizado via web, o que possibilitou a integração entre as gerências localizadas nos municípios pólos. As informações entre a Coordenadoria de Perícia Médica e Gerências Regionais podem ser prestadas com exatidão.

“A novidade é fruto da parceria entre a Perícia Médica e Coordenadoria de Tecnologia da Informação da SAD. Hoje a Coordenadoria está ligada literalmente às suas Gerências Regionais, o que é fundamental para padronizar procedimentos, fluxos e controle de atendimento”, finalizou Avelino.

Sitevip Internet