Olhar Direto

Sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Notícias / Picante

Escravos

Da Redação

27 Jan 2009 - 04:45

Mato Grosso permanece entre os líderes no país de trabalho análogo a escravidão. Dados da campanha mostram que as áreas geográficas de concentração já antiga ou de expansão recente da cana-de-açúcar aumentaram dramaticamente sua participação no total de libertados em flagrantes de trabalho escravo nos últimos dois anos. Basta constatar que a região Norte, que sempre liderou esses números no passado, está em 2008 no terceiro lugar pelo número de libertados (19,1%), após o Nordeste (28,6%) e o Centro-Oeste (32,1%). Em 2007, o Centro-Oeste já havia assumido essa liderança, com 40,3% dos libertados, seguido pelo Norte, com 34,1%, e pelo Nordeste, com 12,4%. Estudo apresentado hojepela Pastoral da Terra aponta que, dos 5.244 trabalhadores resgatados em situação análoga a trabalho escravo em 2008, a partir de 214 denúncias, 2.553 trabalhadores – ou 49% do total – estavam no setor sucroalcooleiro. Isso tem prejudicado a compra de álcool por países e investidores estrangeiros, que acabam associando este biocombustível ao trabalho escravo.






















Mais Picantes

Sitevip Internet