Olhar Direto

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Cidades

'Lindemberg não teve coragem de me olhar', diz mãe de Eloá

G1

08 Jan 2009 - 15:27

Lindemberg Alves, 22, o jovem que usou uma arma para sequestrar e matar a ex-namorada Eloá Pimentel, 15, em outubro do ano passado, não conseguiu encarar o rosto da mãe da vítima, Ana Cristina, nesta quinta-feira (8), no Fórum Criminal de Santo André, no ABC.

“Lindemberg não teve coragem de me olhar”, disse a mãe da garota, bastante emocionada, aos jornalistas que acompanham do lado de fora do fórum a primeira audiência na Justiça sobre o caso Eloá. O rapaz está usando camisa branca, calça bege e chinelos. Por questão de segurança, ele foi algemado.

Segundo Ana Cristina, ela encontrou o assassino de sua filha em uma das salas do fórum. Ele passou por ela, mas sem encará-la. A mãe de Eloá afirmou que não irá depor como testemunha de acusação nesta quinta. Independentemente disso, Ana Cristina afirmou que decidiu acompanhar desde o início da manhã a audiência.

“Não tenho mais medo dele”, disse Ana Cristina, que também admitiu não considerá-lo mais como alguém que namorou Eloá. “O tratava como filho.” 

Mesmo com uma eventual condenação de Lindemberg pela Justiça, a mãe de Eloá não se dá por satisfeita. Ela afirmou que “qualquer punição para o Lindemberg não é suficente". “Quem perdeu uma filha maravilhosa fui eu, nada paga isso.”

Audiência
Testemunhas de acusação e de defesa serão ouvidas nesta quinta-feira no fórum. Lindemberg também poderá falar ao juiz. Nayara Silva foi a primeira a prestar depoimento na audiência. Durante quase duas horas, ela respondeu todas as perguntas feitas pelo juiz José Carlos de França Carvalho Neto. Ela manteve o discurso que deu à polícia sobre o motivo do sequestro. “Ele entrou [no apartamento] para matar a Eloá. Não admitia que ela não o aceitasse de volta”, teria dito a menina, segundo a assessoria do Tribunal de Justiça.
Sitevip Internet