Olhar Direto

Quinta-feira, 05 de agosto de 2021

Notícias | Economia

Airbus bate recorde de entregas, mas prevê 2009 difícil

A fabricante de aviões comerciais europeia Airbus entregou um número recorde de 483 aviões no ano passado, 6,6% a mais que em 2007. O executivo-chefe do grupo, Tom Enders, classificou esse desempenho de "uma tremenda conquista", mas não prevê aumento este ano, por causa do esfriamento do mercado. "Eu ficaria contente se atingíssemos em 2009 um nível de entregas da mesma magnitude do registrado em 2008", disse. 

A companhia registrou encomendas líquidas de 777 aeronaves no ano passado, que valem um total de US$ 100 bilhões, em comparação com as 1.341 encomendas recebidas em 2007, no total de US$ 157,1 bilhões. "O foco em 2009 será proteger as entregas para evitar o estacionamento de aeronaves nas pistas", disse Enders. Ele alertou que a quantidade de encomendas recebidas este ano deverá cair à metade em relação ao nível de 2008, com as companhias aéreas tentando ajustar a capacidade à queda do tráfego aéreo e se esforçando para obter financiamento.

Dessa forma, o número de entregas, segundo sua previsão, deve superar o de encomendas recebidas. Seria a primeira vez que isso ocorreria desde 2003. Enders acrescentou que não pode apresentar uma projeção acurada para encomendas em 2009 por causa do cenário econômico incerto.

À pergunta se a Airbus terá lucro este ano, Enders respondeu: "eu diria que sim", acrescentando que as margens de lucro excederam as expectativas. O balanço não deverá ser anunciado antes de março.

A Boeing, prejudicada por uma greve de mecânicos que durou oito semanas, registrou 662 encomendas líquidas no ano passado e entregou 375 aviões aos seus clientes. As informações são da Dow Jones
Sitevip Internet