Olhar Direto

Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Notícias / Esportes

PREVISÕES 2009: glórias para César Cielo e superação para Diego Hypolito

Globo Esporte

01 Jan 2009 - 11:53


Após a decepção em Pequim, Diego Hypolito vai se levantar, segundo os astros Um ano de novas conquistas para o nadador César Cielo e de volta por cima para o ginasta Diego Hypolito. Se depender das previsões para 2009, estes serão os destaques do esporte olímpico brasileiro no próximo ano. Tarô, numerologia e mapa astral apontam para mais um ótimo ano do nadador, enquanto o campeão da ginástica vai se recuperar após a tristeza em Pequim.

No vôlei, as previsões estão melhores para a seleção feminina. Embora os astros indiquem um ano de sucesso para o técnico Bernardinho, tarô e numerologia prevêem dificuldades para o treinador atingir seu principal objetivo no comando da seleção masculina: a renovação da equipe. O time de Zé Roberto deve continuar seu caminho de vitórias após o ouro nas Olimpíadas.

No geral, o numerólogo Bosco Viegas garante um ano de renovação para o esporte brasileiro.

- Eu vejo no ano esportivo para o Brasil uma renovação total. Em 2009, o Brasil se conscientiza de que pode e deve vencer através de muitos caminhos derivados do esporte. Vamos começar a levar mais a sério, não só com emoção – acredita.



César Cielo

Nosso principal nome na natação, medalha de ouro nos 50m livre em Pequim e escolhido como o melhor atleta brasileiro de 2008, César Cielo tem tudo para ter mais um ano de destaque no cenário internacional. Astros, numerologia e tarô afirmam que ele manterá seu ritmo de vitórias em 2009. Para a astróloga Mônica Burich, ele só precisa tomar cuidado com sua obsessão na luta pelos objetivos, o que pode causar problemas físicos e lesões.

- Ele está com um trânsito de Plutão sobre Marte, que fala sobre um ano de bastante dedicação, em que ele vai estar obsessivo em tentar melhorar suas marcas e vai precisar tomar cuidado para não exagerar. Ele corre o risco de treinar tanto e se machucar ou ter um problema físico. Entre fevereiro e agosto, ele talvez tenha dificuldades para superar suas metas. Assim, ele pode se exigir mais do que seu corpo pode suportar. Apesar de estar em um trânsito que dá muita força, Cielo precisa tomar cuidado com seu corpo - afirma.

Bosco Viegas só vê conquistas para Cielo, inclusive no campo amoroso.

- Cielo tem no destino dele 18/9, que é uma ligação profunda com a água, com o povo. Pelo carma, ele trouxe um 10, fadado ao sucesso, à comunicação. Até para despertar paixões femininas. Em relação a 2009, ele está com tudo.

O sucesso para o nadador também está nas cartas da taróloga Adriana Kastrup. Embora não veja nenhuma quebra de recorde para Cielo, ela acredita que o brasileiro vai conseguir superar seus adversários.

- É um jogo muito bom. Ele vai ter anos de muitas vitórias. Talvez não seja um ano de quebras de recordes, mas é de superação dos rivais e de chegar bem perto de seus objetivos.



Diego Hypolito

Após a decepção de não conquistar o ouro em Pequim, o ginasta Diego Hypolito começou sua volta por cima ao levar o tricampeonato da Superfinal de ginástica artística, competição que reuniu os oito melhores atletas do mundo, no início de dezembro. E, pelas previsões, o caminho do brasileiro é de novas conquistas.

Após o título, Hypolito afirmou que fará mudanças em sua série no solo, para se renovar e surpreender os adversários. Segundo a taróloga Adriana Kastrup, o ginasta terá sucesso na jornada:

- Dento do que ele se propuser a fazer, sempre vai ter bons resultados. Eu acho que ele deve mesmo mudar. Qualquer mudança que ele se dispuser a fazer, ele tende a ter bons resultados.

Bosco vê o mesmo destino nos números. Para ele, será um ano se superação do ginasta.

- Ele gosta de correr, de mexer com o corpo, de provocar emoção. Ele é uma pessoa que tem cabeça, que já está preparando o futuro dele. Como ele ficou chocado com a perda da medalha em Pequim, vai buscar a renovação, vai fazer novas técnicas. Ele só precisa ter muito cuidado com acidentes com as pernas, que têm ligação com o número 20. Ele vai praticamente se matar de trabalhar nesse ano, mas vai conseguir renovar.

Para Mônica, o cuidado que Diego Hypolito deve ter não é com as pernas, mas com o pessimismo que toma conta do ginasta após as perdas.

- Ele está com um ano muito bom, mas deve tomar cuidado com seu pessimismo, com certa melancolia, talvez por ele não ter vindo com a medalha. Então, ele ficou com o moral baixo, se cobrando muito. E isso pode gerar uma depressão, falta de disposição. Ele não pode deixar essa energia contagiá-lo. Na realidade, ele está com trânsitos indicando que terá ótimos desempenhos durante o ano. Também estão indicando uma virada. Ele deve surpreender as pessoas. Eu o vejo realizando o que quiser, chegando às metas que ele se direcionou a fazer. Ele vai surpreender a todos, inclusive aos adversários. Além disso, deve encerrar o ano ganhando muito dinheiro, com novos patrocínios.



Vôlei

As previsões para o vôlei brasileiro são diferentes para o masculino e para o feminino. Acostumado a vencer, Bernardinho enfrentou perdas importantes no comando da seleção em 2008, como o fato de não ter conquistado o ouro em Pequim. Assim, começou um processo de renovação na equipe masculina. Algumas previsões, porém, apontam um ano complicado.

- Em se tratando do Bernardinho, que sempre vai bem, eu não acho que vai ser um ano bom. Pior do que os outros. Com essa combinação, ele tem o risco de se equivocar, de convocar errado ou de não convocar quem deveria ser convocado. Não será um ano tão bom quanto os anteriores. Se é um ano de renovação, talvez ele não consiga uma safra tão boa quanto a anterior. Com esse jogo, ele deve ter perdas. Para a seleção, o jogo também não está muito simpático. A seleção vai ter infinitas pioras frente a tudo o que já foi. Pode não ser horroroso, mas vai ser uma decepção - diz a taróloga Adriana Kastrup.

A astróloga Mônica Burich, ao contrário de Kastrup, vê nos astros um 2009 positivo para Bernardinho no comando da seleção.

- Vai ser um ano muito promissor para o Bernardinho. O ano fala de renovação, de amadurecimento. Ele vai estar com gás, com tesão pelas coisas. Oportunidades que ele tinha vão ser devolvidas. Ele provavelmente vai saber usar essas oportunidades. Também indica ganhos melhores, talvez por ele conseguir atingir esses objetivos. Há novos horizontes surgindo. Ele vai colher o que plantou antes e vai dar certo. Se ele está tentando renovar a seleção, ele vai conseguir.

O numerólogo Bosco Viegas vê "cabeças rolando" na seleção masculina e uma seleção feminina ainda mais forte do que a deste ano.

- A seleção feminina vai estar muito equilibrada, muito harmonizada. Na masculina, vai haver muitas mudanças, acho que vão rolar cabeças, mas vai haver uma renovação. Não acredito que seja o Bernardinho, mas jogadores. Ele vai estar muito apurado esse ano. Está com número de pesquisa. Até mais calmo. Vai estar mais observador, mais atento, vai tirar coisas que não estão certas, apurar mais as coisas. Mas eu vejo a feminina muito mais forte.

Adriana Kastrup também vê a seleção feminina superior em 2009. Para ela, vai ser um ano de confirmação do talento das meninas, que conquistaram a medalha de ouro em Pequim. Apesar disso, o ano não deve seguir no mesmo ritmo para o técnico José Roberto Guimarães.

- Tem um ótimo jogo. Tem tudo para ser um bom ano para a seleção feminina também. Para o Zé Roberto, o ano não deverá ser tão bom quanto 2008. Talvez ele renda menos. É como se ele tivesse que dar uma paradinha. Será um ano bom para a seleção, mas não para ele. Talvez ele não tenha a mesma desenvoltura.

Sitevip Internet