Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2019

Notícias / Política MT

Ságuas anuncia candidatura para deputado federal em 2010

Da Redação/Kelly Martins

03 Jan 2009 - 14:00

O secretário de Estado de Educação (Seduc), Ságuas Moraes, pretende deixar o cargo que ocupa na instituição e partir para a candidatura como deputado federal no pleito de 2010. Membro da direção partidária do PT, Ságuas deixou a cadeira na Assembléia Legislativa, a qual havia sido reeleito, para compor o staff do Executivo Estadual, agora, entrará na acirrada disputa  rumo a Câmara Federal. 

Ainda em fase embrionária, a pretensão do parlamentar licenciado depende de uma série de definições internas da própria sigla para o projeto de 2010. 

Em entrevista ao site Olhar Direto, Ságuas contou que o atual momento é de conversação e que o assunto têm-se afunilado com as lideranças da sigla. Isso porque, diversas cogitações de bastidores anunciam que presidente estadual do PT, deputado federal Carlos Abicalil, como candidato à sucessão ao governo de Mato Grosso na próxima eleição, com a construção de uma candidatura própria. 

Com isso o secretário afirma a importância de também tentar a vaga e entrar no Congresso Nacional. “Acho importante para o partido, e se o Abicalil realmente for candidato na disputa do governo, minha pretensão é de ser para a Câmara Federal”, declarou Ságuas Moraes. 

No entanto, o deputado licenciado prefere manter a neutralidade até que as definições sejam estabelecidas dentro do próprio partido. Ele afirmou ainda que é muito cedo para falar sobre o assunto. 

O PT tenta manter uma postura neutra diante de um novo cenário que poderá se formar com a costura política entre o PMDB e PR, sigla do governador Blairo Maggi. Com o apoio do governador ao projeto de reeleição do presidente Lula, a aproximação ficou mais intensa rendendo então, até a ocupação do próprio secretário na composição das pastas do Executivo, rendendo-lhe a Seduc.

Já o PMDB, também há conversações de que irá lançar candidato ao Palácio Paiaguás, como o já declarado vice-governador, Silval Barbosa. 

Diante das possibilidades, Ságuas é enfático e diz que irá acompanhar o partido nas decisões e na futura composição que deverá ser intensamente discutida no decorrer do ano.
Sitevip Internet