Olhar Direto

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Ciência & Saúde

Saúde faz alerta à população de Cuiabá sobre conjuntivite

Da Redação/Com Assessoria

15 Jan 2009 - 17:06

O verão é uma estação onde são freqüentes os surtos de conjuntivite (epidemia de verão). O oftalmologista Antônio Florência, do Centro de Especialidades Médicas (CEM) da Secretaria de Saúde de Cuiabá, faz orientações à população a fim de evitar o contágio e prevenir a doença, causada por vírus s e bactérias.

O médico explica que a conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, que é uma mucosa que protege o olho, por isso reage tão forte quando ocorre a infecção como forma de impedir a passagem do agente para outras partes do olho.

O contágio, acrescenta ele, pode ocorrer por meio do contato direto e indireto com pessoas com a infecção viral ativa. E alerta: “o vírus pode sobreviver em superfícies porosas secas, dedos, piscinas entre outros”.

Os sintomas da conjuntivite são olhos vermelhos, secreção mucosa, lacrimejamento, ardor, sensação de corpo estranho e sensibilidade à luz, pálpebras inchadas, sendo comum começar em um olho e depois de alguns dias passar para o outro. “Seu quadro clínico é mais intenso por volta de cinco a sete dias após o início dos sintomas, podendo se prolongar em média por duas a três semanas”, frisa o especialista.

O tratamento busca melhorar os sintomas, pois conjuntivites desta natureza não possuem tratamento específico, assim é feito apenas o alívio dos sintomas lavando os olhos e fazendo compressas.

Dicas importantes - A prevenção é feita lavando as mãos e o rosto com freqüência. Também é preciso trocar toalhas e fronhas dos travesseiros ou usar toalhas de papel, não compartilhar toalhas de rosto, lavar as mãos antes e depois do uso dos colírios e pomadas e, ao usá-los, não encostar o bico do frasco nos olhos, não tocar nos olhos com as mãos suja, lavar os olhos com água gelada em caso de irritação.
Sitevip Internet