Olhar Direto

Sábado, 21 de setembro de 2019

Notícias / Ciência & Saúde

Cerca de 150 mil análises foram feitas pelo MT Laboratório em 2008

Da Redação/ Com Assessoria

02 Jan 2009 - 17:00

Durante o ano de 2008, o MT Laboratório, unidade desconcentrada da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES/MT), entrou em ritmo de reforma de sua estrutura física, que contemplou os setores de Influenza, Hantavírus, de Isolamento Viral para a Dengue e de Biologia Molecular para a Hepatite C que realizará reações de Polimerase Chain Reaction (PCR) Quantitativa e Qualitativa e de Genotipagem .

O diretor do MT Laboratório, Marcelo Adriano Mendes dos Santos, informou que “nos setores de Influenza, Hantavírus e Genotipagem para Hepatite C, as reformas estruturais estão em fase final e os serviços de análises laboratoriais deverão ser implantados a partir do 1º trimestre do ano de 2009. Também está prevista, para esse primeiro trimestre de 2009, a implantação do setor de Isolamento Viral para a Dengue, o que possibilitará saber sobre qual tipo de vírus que circula nas diferentes regiões do Estado de Mato Grosso”. Esse serviço faz parte do Programa Estadual de Controle da Dengue.

A resolutividade dos serviços do MT Laboratório foi demonstrada no relatório da Unidade Desconcentrada para o ano de 2008. Foram realizadas 147.569 análises laboratoriais de saúde pública, sendo que foram cadastrados 154 laboratórios na rede de laboratórios de saúde pública do Estado.

Cumprindo o seu papel de gerenciador do sistema de laboratórios de análises da saúde pública do Estado (incluindo a rede conveniada) e fortalecendo a política de interiorização e descentralização dos serviços, preconizada pelo Governo Blairo Maggi na Saúde do Estado, o MT Laboratório supervisou 42 Laboratórios Municipais de Saúde nas atividades relacionadas aos programas Estaduais de Tuberculose e Hanseníase e providenciou supervisão e treinamento para o diagnóstico da Malária em 26 Laboratórios Municipais da Rede de Saúde Pública.

“Não podemos esquecer que, no ano de 2008, o MT Laboratório supervisionou, também, 14 Laboratórios de Citologia Oncótica credenciados ao Sistema Único de Saúde (SUS)”, lembrou Marcelo Adriano.

A diretora técnica do MT Laboratório, Tânia Maria Estrela Fernandes Calderan, ressaltou que, “durante o ano, o MT Laboratório proporcionou espaço, oportunidades e atividades para a valorização dos trabalhadores da Saúde que atuam no setor. Cerca de 50 servidores participaram de capacitações, seminários, fóruns e outros eventos fora do Estado de Mato Grosso”.

No Estado, dez servidores do MT Laboratório participaram de capacitações oferecidas pela Escola de Governo e 13 servidores receberam capacitação através do “Curso de Multiplicadores em Biossegurança Laboratorial”, sendo nove servidores do MT Laboratório, um servidor do Laboratório Municipal de Rondonópolis, um do Laboratório de Fronteira de Cáceres, um do Laboratório Municipal de Colíder e um do Laboratório Municipal de Castanheira na Escola de Saúde Pública, no período de 21 a 25 de julho deste ano,

Foi oferecida também uma visita técnica no período de 9 a 12 de dezembro para duas servidoras do setor de Recepção de Amostras do MT Laboratório, à FUNED, que é o LACEN de Minas Gerais, para presenciarem as atividades desse setor, uma vez que já está implantado o “Sistema de Gestão da Qualidade” naquela unidade, servindo de subsídios para a implantação no MT Laboratório.

No reconhecimento do desenvolvimento e dedicação dos servidores que exercem função na unidade o MT Laboratório foi contemplado com cinco premiações na I Exposição da Vigilância em Saúde, evento estadual realizado no final de novembro de 2008. Cinco trabalhos premiados, apresentados em forma de banner, receberam Certificado de Honra ao Mérito. Desses, quatro foram produzidos na Gerência de Análises de Vigilância Ambiental e Sanitária e um na Gerência da Qualidade e Biossegurança. As premiações foram anunciadas no encerramento do evento.

O trabalho classificado em 1° lugar, sob o tema “Qualidade Microbiológica das Refeições Servidas em Restaurantes de Várzea Grande, em 2007” , foi produzido por Miriane Silva Marangon e recebeu como prêmio um projetor Multimídia.

Em 2° lugar ficou o trabalho “Padrão Sanitário dos Alimentos Analisados no MT Laboratório entre 2003 e 2007”, de autoria de Miriane Silva Marangon e Andréa Maria Gonzaga, e, em 3° lugar, foram classificados dois trabalhos: “Análise da Rotulagem de Alimentos Analisados no MT Laboratório em 2007” e” Análise Físico-Química e Adequação da Rotulagem de Palmitos em Conservas Comercializados em Mato Grosso” de autoria de Soraia Pesarini e Elisângela de Arruda Oliveira, respectivamente.

O trabalho “Risco de Exposição dos Profissionais ao Mycobacterium tuberculosis no Lacen – MT, da Gerência da Qualidade e Biossegurança, de autoria de Clara Maria Borges de Figueiredo, recebeu o 3° lugar na categoria da Saúde do Trabalhador.
Sitevip Internet