Olhar Direto

Domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias / Ciência & Saúde

Veja dicas para cumprir a promessa de Ano Novo de cuidar do corpo em 2009

G1

01 Jan 2009 - 09:40

Ano novo chega repleto de expectativas e promessas de comer menos, estudar mais, gastar menos dinheiro e praticar mais exercícios físicos ou tirar a poeira do tênis e começar do zero. Até a próxima quarta-feira (7), o G1 publica diariamente uma série de reportagens que vão dar uma mãozinha a quem quer mudar de vida neste ano que acaba de sair do forno.

Há dicas de como poupar para realizar um sonho, de como se organizar no trabalho para ser mais eficiente, uma lista de clássicos da literatura brasileira para ficar mais culto, sites e blogs que mobilizam as pessoas de diferentes formas e ainda uma reportagem especial para quem já pensa na segurança financeira quando a velhice chegar.

Para 2009, a estudante Sara Bolognani, 21 anos, que mora em São Paulo, planeja perder 10 kg para alcançar o corpo desejado. “Tenho que fazer mais exercício, para manter a forma. Hoje, estou nos 50 kg e minha meta é chegar aos 40 kg”, deseja a jovem. Para conseguir o objetivo, Sara já se planejou para ir três vezes por semana para a academia. “Ando a praia inteira de bicicleta”, diz.

A atividade física preferida durante o verão da estudante é uma das indicadas por Simone Marques, coordenadora da área de musculação e personal trainer da academia Triathon, de São Paulo. “Quem pretende fazer exercícios em 2009 pode começar aproveitando o clima do verão para andar a pé ou de bicicleta na praia ou, se estiver na cidade, usufruir dos parques”, sugere.

Para quem não faz qualquer atividade física, a sugestão de Simone é começar com 30 minutos de caminhada. O exercídio pode ser feito todos os dias e por pessoas de qualquer idade e tipo físico. “No fim do mês, dá para perder até 3 kg só com esse exercício”, anima a professora.

Quando a caminhada ficar entediante, sinal de que a atividade começou a fazer parte da rotina. Simone diz que, para variar, dá para alternar cinco minutos andando e um minuto trotando. O exercício só não é indicado para quem estiver acima do peso ou se sentir ofegante durante a prática.

“Esses exercícios ajudam a tomar gosto pela coisa. Em uma semana, a pessoa já consegue se sentir melhor. Depois, é só se matricular em uma academia para melhorar o condicionamento físico e ter o acompanhamento de um profissional”, orienta a personal trainer.

Começar o ano se exercitando aos poucos está nos planos para 2009 da estudante Karina Mattaria, de 20 anos, de Ribeirão Preto. “Sou muito preguiçosa. No ano que vem, quero ir com mais freqüência à academia, umas três vezes por semana”, planeja a jovem que, em contrapartida, procura manter uma boa alimentação em benefício do bem-estar e da boa forma.

Reeducação alimentar

Falar em corpo sarado ou com quilinhos a menos implica em deixar de lado o pastel de feira, a batata frita e aquela sobremesa de dar água na boca. Para começar o ano mais saudável é preciso se render à reeducação alimentar.

“No fundo, é uma busca por qualidade de vida de forma geral, pois a alimentação influencia diretamente no bem-estar da pessoa”, esclarece a nutricionista Regina Stikan, da unidade Pompéia do Hospital São Camilo.

A dica para quem não sabe por onde começar uma nova rotina alimentar é entender três substâncias importantes no dia-a-dia: carboidratos, gorduras e proteínas.

“Os carboidratos são indicados para todos que fazem exercício físico, seja leve ou não”, explica Regina. A substância está presente nos pães, nas massas, na batata e nos biscoitos, por exemplo. “Ele dá energia e acelera o metabolismo porque começa a ser queimado logo após ser ingerido”, complementa.

Mas a nutricionista alerta: existe o carboidrato bom – proveniente de alimentos integrais – e o carboidrato ruim, aquele que é “açúcar puro”. Os caboidrato dos integrais ainda ajudam a quem está de dieta, pois prolongam a sensação de saciedade.

As proteínas são imprescindíveis para quem planeja ganhar massa muscular. “Ela mantém a função dos músculos e do sistema nervoso, por exemplo”, diz Regina. A substância está presente nas carnes e no leite e seus derivados.

E a gordura?



Por último, é a vez da polêmica gordura. Segundo a nutricionista, não é para vê-la como algo terminantemente proibido. “Mas a gordura necessária para o organismo é aquela presente nos alimentos naturais, como o peixe, e não nos alimentos processados”, esclarece.

Regina ainda dá mais dicas para tornar a alimentação saudável em 2009: abolir o refrigerante e dar vez aos sucos naturais, beber menos álcool, freqüentar mais as feiras livres e dar preferência às frutas da época – mais baratas, nutritivas e saborosas.

A quantidade de comida colocada no prato também precisa ser revista. “É preciso ter clareza de o quê e quanto comer”, finaliza a nutricionista, sugerindo a moderação em tudo o que diz respeito a comida.

Sitevip Internet